Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

17
Mai19

Um tapete de Arraiolos (16)


Eremita

bola velha.jpg

Fartei-me de fintar sobre um tapete de Arraiolos. A textura do tapete presta-se a realçar o efeito que damos à bola e um tapete é um tapete, capaz de amortecer uma queda. Não é descabido pensar no tapete como substituto da relva. Ainda hoje penso que a oficialização do tapete de Arraiolos nos jogos da primeira liga faria do futebol um jogo mais nosso e ressuscitaria uma indústria, tal seria a procura de metro quadrado de tapete virgem à segunda-feira. Cheguei a esta conclusão por acidente. Na casa a divisão mais espaçosa era a sala, onde havia um belíssimo tapete de Arraiolos, de uns dois metros por três, que juntava em tons de azul animais e motivos geométricos. Estando sozinho, não resistia a encenar umas jogadas. O verbo é exacto. Sozinho ninguém consegue jogar à bola. Não que seja impossível. Podemos ficar a dar toques ou a chutar a bola contra a parede. O problema é o impulso megalómano, a fantasia que toma conta de nós. Na presença de outros a coisa fica refreada. A sós, inventamo-nos à medida de um Eusébio. Eu entrava na sala com uma bola meia vazia e submissa, em fintas à Chalana, a sentar russos no tapete, e armava depois um petardo à Sousa, apontando ao canto superior mais distante do sofá e ficando a gozar o risco de a bola poder deixar em cacos o tesouro da família que era uma terrina da Companhia das Índias. Às vezes dava-me para ser mais subtil, à Jordão, e olhava para as almofadas como se lhes perguntasse: "para que lado querem?" Tudo era feito enquanto relatava a jogada e imitava o som ensurdecedor de uma multidão em delírio. Depois festejava e abraçava todos os meus companheiros inventados. Abraçava-me, claro. Foi um vício terrível, o dos abraços a mim próprio, mas que me deu uma envergadura de ombros apreciável. Por causa dos ombros tornou-se depois hábito perguntarem-me se eu fizera desporto. E eu dizia que sim, mas sem entrar em grandes detalhes. Perante o ar meio desconfiado com que ficavam cedo, comecei a mentir. Ainda hoje consta que pratiquei imensa natação. Não valia a pena complicar, não fossem descobrir que uma vez derrubei mesmo a terrina. O tesouro, se hoje ainda subsiste, é graças às propriedades de amortecimento do tapete de Arraiolos e a algum talento meu para manusear um daqueles tubos de cola de propriedades cientificamente provadas.

Pesquisar

Pub e serviços

Screen Shot 2019-04-07 at 17.13.03.png

”Screen

Comentários recentes

  • Anónimo

    Esse seu professor de medicina veterinária devia i...

  • marina

    o escritor que melhor encarna a França de hoje? o...

  • caramelo

    Tenho quase a certeza que concordo absolutamente, ...

  • Lowlander

    Pois amigo anonimo... vamos la a ver entao:Mesmo d...

  • Anónimo

    "A Humanidade consome proteina animal porque esta ...

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D