Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

25
Jan19

Um abraço solidário aos portalegrenses


Dr. Fausto Gomes

Fausto.jpg

Conterrâneos do Alentejo e companheiros de Ourique na diáspora, 

Como muitos, também investi algum tempo a encontrar portalegrenses ilustres desde que se soube que o jornalista João Miguel Tavares (JMT) será o comissário das celebrações em Portalegre no próximo Dia de Portugal. A condição de alentejano impede-me de desprezar JMT e os ataques permanentes do Aspirina B levam-me até a defendê-lo, porque também sou amigo de Platão, mas sou mais amigo da minha terra. Aqui nunca me apanharão a perder tempo com um senhor de Vilar de Maçada, do concelho de Alijó, que é a verdadeira causa do ódio a JMT. Enfim, olhando para a lista de comissários, onde encontramos intelectuais de grande calibre (António Alçada Baptista e João Bénard da Costa), bem como cientistas com grande projecção internacional (Elvira Fortunato e Manuel Sobrinho Simões), reconheço que a escolha de JMT, essencialmente um profissional da indignação manhoso, só tem "shock value", nada mais.

 

Não vale a pena perder tempo com grandes interpretações, nem fazer intriga sobre quem terá tido esta ideia peregrina; já se sabia que Marcelo é um brincalhão. O que esperavam de uma criatura de Celorico de Basto, um topónimo cheio de ressonâncias lúcidas, até algo circenses? Mas afinal, quem se lembra dos discursos dos comissários? Citem-me de cor uma frase... Se comento este episódio é sobretudo para deixar um abraço aos portalegrenses. O lisboeta é um bicho sem capacidade empática, ele não sabe o que sofremos no interior. Como se não bastasse o portalegrense mais famoso de sempre não ser de Portalegre (José Régio nasceu e morreu em Vila do Conde), a institucionalização de JMT como filho pródigo de uma terra que também é a do estimável arquitecto João Luís Carrilho da Graça tem de ser entendida como uma provocação capaz de federar todos os alentejanos contra mais uma humilhação de Lisboa. Ainda temos paz social, mas é uma paz podre. Chamo-me Fausto Gomes e aprovo-me. 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Pesquisar

Comentários recentes

  • Anónimo

    Eremita: pensava eu que o link era para as cenas d...

  • Anónimo

    chapada neles

  • Anónimo

    José Sócrates Gonçalves Carvalho Pinto de Sousa, v...

  • Anónimo

    Sempre , sempre mas mais ao são Gonçalves .Nelson

  • Anónimo

    Nelsinho: já rezaste hoje ao São José, ou ainda nã...

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D