Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

21
Jun20

Pedro Lima


Eremita

Screenshot 2020-06-21 at 18.07.31.png

fonte*

É na qualidade de pai que acumula alguns daqueles episódios de depressão retratados em séries de televisão manhosas com um sujeito esquálido e a precisar de um banho na penumbra de um quarto cuja cama está rodeada de restos de fast food que, depois de ter sido informado da especulação à solta sobre a causa da morte do actor Pedro Lima, me pareceu importante avisar os mais incautos à beira do precipício da perplexidade para que não façam figura de urso, o que no caso concreto corresponde a fazer figura de Henry Rollins. Este troglodita da opinião tem o hábito cobarde de criticar suicidas mortos, nomeadamente os suicidas que deixaram descendentes, como David Foster Wallace e Robin Williams. A primeira evidência que salta à vista é o contraste que se estabelece naturalmente ao incluir num mesmo texto ou na mesma frase o nome de um Rollins e dois génios com a grandeza de Wallace e Williams. Mas adiante. Sem que se possa concluir que eu tenho uma opinião, um palpite, uma impressão ou até um feeling sobre o que aconteceu ao actor, atalhemos: Rollins fica sempre chocado quando alguém com filhos pequenos se suicida e condena a imoralidade do acto quando o cadáver ainda está morno, como se partilhar a sua opinião fosse mais importante do que o sofrimento dos familiares e amigos da vítima. O erro de Rollins é assumir que um suicida, no momento em que se suicida, pensa com lucidez. Há suicidas lúcidos que voltariam a repetir o acto caso falhassem e há suicidas que acordam aliviados e envergonhados de uma tentativa de suicídio falhada; o facto de alguns destes suicidas falhados reincidirem diz mais sobre a sua vulnerabilidade do que sobre a convicção com que se arrependeram. O único comportamento imoral ou irresponsável de um progenitor com tendências depressivas seria ele ou ela não fazer o necessário para controlar a depressão da melhor forma que a vida entretanto lhe ensinou. Se será bem-sucedido ou não, nunca se pode ter a certeza. Mas esta incerteza aplica-se a toda a gente que cometeu a imprudência de se reproduzir, com ou sem histórico de depressões. Estes apenas terão sobre aqueles a desculpa de que a vida os apanhou de surpresa.

* Não conheci o actor, nem sequer o seu trabalho (só o vi uma vez numa peça de teatro), mas a L. teve uns contactos profissionais com ele e disse-me várias vezes que era das poucas pessoas decentes do meio. Mostro a foto porque ela lê o blog e também porque só um homem que ainda esteja convencido ou julgue necessário convencer os outros de que os homens heterossexuais não avaliam os outros homens poderia fingir que ficamos indiferentes à beleza do Pedro Lima. 

 

 

 

 

Pesquisar

Comentários recentes

  • Anónimo

    Vasco: diz-se agora na Visão que o teu amigo João ...

  • Anónimo

    ... guê de gugu, assim gadget.

  • Anónimo

    Adenda... ó Vasco: tal como o Galamba, o Siza, o C...

  • Anónimo

    Vasco, Vasco, Vasco.«Nós queremos ter Natal! E que...

  • Anónimo

    Off.Da série “Subsídios para um Dicionário Breve d...

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D