Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

22
Set19

Os líderes que vieram do frio


Eremita

Screen Shot 2019-09-22 at 10.40.07.pngFontes: 1 e 2.

Nas últimas décadas, a Escandinávia tem tido algumas figuras de fama mundial nas suas áreas. Penso em Dolph Lundgren, Yngwie Malmsteen, Zlatan Ibrahimović, Hans Rosling, Mads Mikkelsen, Stieg Larsson, Karl Ove Knausgård ou Lars von Trier, que se destacaram no cinema de pancadaria, heavy metal neoclássico, futebol, estatística, representação, escrita de policiais ou romances e na realização, respectivamente. Mas salvo uma ou outra excepção, nenhum deles é propriamente uma celebridade mundial conhecida de toda a gente e nenhum parece ter a fama perene de escandinavos desaparecidos ou retirados há muito tempo, como Ingrid Bergman, Greta Garbo, Alfred Nobel, Björn Borg, Olof Palme, os ABBA ou Ingmar Bergman. De resto, ainda há uns  poucos anos, a personalidade dos países do norte mais conhecida seria a Björk, que não é escandinava. Mas na arena política das alterações climáticas as figuras de proa polarizadoras à escala global são dois escandinavos: Lomborg e Thunberg. O dinamarquês Bjorn Lomborg, um cientista político e professor de estatística, assumiu-se como o grande crítico do alarmismo climático desde a publicação do livro Skeptical Environmentalist (2001). E a sueca Greta Thunberg, uma adolescente activista, tornou-se o símbolo da grande luta política das gerações mais novas para salvar o planeta. Não deve ter sido por acaso. Era precisamente de sociedades desenvolvidas e com clima extremo que se esperaria  que estes líderes viessem.

Este texto insípido é apenas uma estratégia minha para  escrever "Yngwie Malmsteen" no Ouriq e não desatar a perorar sobre alterações climáticas e bufas bovinas, assuntos que me fascinam enquanto exemplos sobre o que é o consenso científico e como este se traduz em opinião pública, mas que não domino. Só hoje comecei a ler sobre o tema, escolhendo o famoso Carbon Dioxide and Climate: A Scientific Assessment, de 1979. Estou receptivo a sugestões de leitura, sobretudo as menos óbvias. 

 

 

 

 

5 comentários

Comentar post

Pesquisar

Comentários recentes

  • Anónimo

    Se o deputados da Assembleia da República não serv...

  • Anónimo

    Hum, agora que perguntas devo dizer-te, humildemen...

  • Eremita

    Então e tu? Em que posição estás no ranking do int...

  • Anónimo

    2/2NÃO SE MORDE A MÃO DE QUEM PAGAMesmo as univers...

  • Anónimo

    Vasco: não queria ser eu a dizer-te, mas no rankin...

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D