Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

25
Abr19

Onde estávamos no 25 de Abril de 1974


Eremita

[Publicado a 25.4.2010, revisto e acrescentado a 24.4.2019]

 

Em Kiev, Tatiana (1, 2, 3) destruía a caixa de música que recebera dias antes pelos seus 3 anos. Tatiana viria a morrer em Melides sem nunca ter verdadeiramente entendido o encanto do 25 de Abril. 

 

Levado pelos braços de um tio e chorando muito, Igor (1, 2) tomava o seu primeiro banho no Mar Negro, onde viria depois a ganhar a impressionante envergadura de albatroz. Comemoramos hoje os 45 anos do 25 de Abril, mas Igor não chegou aos 40.  A sua morte por atropelamento continua por esclarecer

 

O rapaz do cineclube não era nascido. O seu pai estava em trânsito para Amsterdão, onde ia finalmente vender os diamantes que trouxera de Angola dentro das solas das botas de tropa. Ao seu lado ia uma mulher, mas o rapaz é um dos raros filhos de mãe incógnita com pai conhecido, situação que explicaremos em ocasião oportuna. Tenho pena de já não convivermos como antes, mas Ourique e até Lisboa são demasiado pequenas para alguém com ambições, um formalismo rígido, mesmo muito rígido, alguma megalomania, estilo burilado e uma obsessão por cinema sem igual a sul do Tejo, que um dia conquistará Paris com o seu talento e só regressará a Ourique como nome de rua. 

 

O moço de recados não era nascido e nada sabemos sobre os seus progenitores.

 

Num tentadero perto da Golegã, Ricardo Chibanga toureou umas vacas de manhã e de tarde praticou as bandarilhas.

 

A libertina de Lisboa #1 viu a revolução filtrada por cortinas diáfanas corridas, que impediam a populaça de apreciar os tectos estucados do belo apartamento. Também a família da libertina de Lisboa #2 acusava alguma inquietação e a birra da menina foi interrompida com um tabefe de sua mãe, que depois ficou muito transtornada, pois geralmente era a empregada que lidava com a criança.

 

O judeu lia. Entre 1969 e 1997, o judeu passou a maior parte do seu tempo acordado a ler. Naquele dia, lia A Cidade e as Serras e só percebeu o que se estava a passar lá para 27 de Abril.

 

Por causa do casamento de N., Honório tinha começado a beber no ano anterior e passou o dia na taberna do Mira, seguindo com o olhar, de cima para baixo e de novo para cima, o colar de pérolas que descia do pescoço e se encarreirava no fundo rego de uma moça sadia. Era o único dos calendários de parede que estava aberto no mês de Abril, mas não é certo que o ano fosse 1974.

 

Emília andava nas lides da casa.

 

Foi um dia que não mais se repetiria. Bem vistas as coisas, todos os dias são assim.

Pesquisar

Pub e serviços

Screen Shot 2019-04-07 at 17.13.03.png

”Screen

Comentários recentes

  • caramelo

    Blablá sarabanda alucinante bláblá geração perdida...

  • caramelo

    Eremita, o presidente da CCDR é um gestor público....

  • Maria

    O costume. Tentam a ver se passa. É incrivel o d...

  • Margarida

    Um caso estranho...

  • Eremita

    O Zink está no Twitter? Sinto-me fora do mundo.

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D