Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

01
Jul17

Obviamente, peça a demissão, Sra Ministra


Eremita

 

 

 

[Publicado a 25.6.2017; adenda a 1.07.21017]

 

naom_5947701207efa.jpg

Ao contrário do que ouvi no Bloco Central, um programa que leva o nome à letra, é evidente que a Ministra da Administração Interna tem de pedir a demissão e antes de qualquer conclusão de uma comissão independente ou parlamentar. O Estado falhou. Não é admissível que 47 pessoas morram numa estrada horas depois de um incêndio começar. As comissões, admitindo que chegam a alguma conclusão e não se afundam nas areias movediças da partidarite, apenas nos explicarão como falhou. É óbvio que a Ministra da Administração Interna não é directamente responsável pelo que aconteceu; aliás, com um qualquer encadeamento de causas, neste momento podemos encontrar os culpados que quisermos, como fez Henrique Raposo na edição do semanário Expresso. A responsabilidade é meramente política e, ao demitir-se, a Ministra exerceria a sua derradeira função de representação, concluindo a cena que iniciou quando apareceu nas televisões de colete. Não se trata de encontrar um "bode expiatório", como tenho lido por aí, nem de seguir o caminho mais fácil para depois não se fazer mais nada, como insinuou António Costa. Trata-se apenas de honrar a memória dos cidadãos que o Estado não soube proteger, de respeitar as centenas de cidadãos com familiares que morreram no incêndio de Pedrógão Grande e de restaurar a autoridade do Estado. Não é coisa pouca, mas seria um gesto simbólico que, sendo necessário, não é obviamente suficiente. Parece-me óbvio que não há outra alternativa e entristece-me ver tanta gente a assobiar para o ar só por apoiar o actual Governo. O que diriam eles se o Primeiro-Ministro ainda fosse Passos Coelho? A pergunta é retórica e, para que conste, eu votei no PS, vibrei com a forma como Costa chegou ao poder e provavelmente voltarei a votar em António Costa ou num dos parceiros mais à esquerda.

 

Adenda: Passada uma semana, o Bloco Central (o da TSF) mudou de opinião. Em rigor, apenas Pedro Marques Lopes pede a demissão da ministra, pois Pedro Adão e Silva embrulhou-se numa argumentação sem pés nem cabeça, provavelmente fruto das suas ligações ao PS. Notei que também Miguel Sousa Tavares, no Expresso, pede a demissão da ministra, mas entretanto perdeu-se a oportunidade. Vingou o argumento absurdo e reaccionário de que a demissão da ministra seria interpretada como a resolução do problema, ficando tudo na mesma. Agora vem aí uma comissão e a ministra estará em funções até serem conhecidas as conclusões. Em suma, eis uma ministra politicamente descredibilizada, fragilizada e sem um pingo de autoridade, diante daquela que será a época de fogos mais escrutinada de sempre. Só pode correr bem e estamos todos de parabéns, incluindo o complacente colunismo do Bloco Central (o genuíno).

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Eremita

    25.06.17

    O caso de Jorge Coelho terá sido bem diferente do que escreve. Também tinha a impressão de que ele se teria responsabilizado pelas falhas dos subordinados, mas - a acreditar em Nicolau Santos - foi mesmo uma falha de Jorge Coelho (ver o meu comentário anterior), que na altura deve ter sido abafada pois ele saiu do episódio como um exemplo de ética republicana.
  • Sem imagem de perfil

    caramelo

    25.06.17

    Veja que falo em responsabilidades diretas ou de subordinados. Falei depois do Jorge Coelho como um desses casos, um ou outro. Esses são os casos clássicos. Caso diferente é o da Constança e tanto é diferente que o Nicolau Santos se tem de embrulhar numa retórica nebulosa para justificar a demissão da ministra. Reparou na punch line? Supostamente a ministra estaria mais preocupada com as câmaras de televisão. O Nicolau Santos, o sensato, fez um perfil psicológico instantâneo da ministra ao nível de qualquer adolescente a ver imagens no facebook. Mas isto é o que dá as análises dos media em tempo real, com atualizações de noticias e indignações ao minuto.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Pesquisar

    Comentários recentes

    • José Quintas

      Nenhuma dúvida sobre o inspirado solo e adjacentes...

    • Anónimo

      ;-)

    • Anónimo

      O Caramelo está ocupado com o clube de fãs do Rui ...

    • Anónimo

      Vá, Caramelo.Da série “Grandes títulos da imprensa...

    • Anónimo

      Estás? Então foi amor à primeira vista, é que esta...

    Links

    WEEKLY DIGESTS

    BLOGS

    REVISTAS LITERÁRIAS [port]

    REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

    GUITARRA

    CULTURA

    SERVIÇOS OURIQ

    SÉRIES 2019-

    IMPRENSA ALENTEJANA

    JUDIARIA

    Arquivo

      1. 2019
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2018
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2017
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2016
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2015
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2014
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2013
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2012
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2011
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2010
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2009
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2008
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D