Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

28
Fev18

Filhos de Mao


Eremita

 

131022_MEDEX_ChinatownPharmacy.jpg.CROP.promovar-m

fonte

Não é só a Organização Mundial de Saúde, Portugal e o extraordinário João Miguel Tavares (sempre tão céptico em relação a tudo o resto) que se deixam enganar. Também o Senado dos EUA aprovou há uns anos a medicina naturopática. Se eles soubessem...

"The reason so many people take Chinese medicine seriously, at least in part, is that it was reinvented by one of the most powerful propaganda machines of all time and then consciously marketed to a West disillusioned by its own spiritual traditions. The timing couldn’t have been better. Postmodernism was sweeping the academy, its valuable insights quickly degrading into naïve relativism. Thomas Kuhn had just published his theory of paradigm shifts and scientific revolutions, a brilliant (and controversial) analysis perennially abused by climate-change deniers and creation-scientists, who take him to have said that there’s no way to distinguish kooks from Galileo. Alan Watts was introducing hippies to mind-blowing Eastern philosophy; Joseph Campbell was preaching the power of myth. Sick of Christianity and guilty about past imperialist sins, the West was ready to be healed by Mao’s sanitized version of Chinese medicine. Ultimately, however, the existence of qiacupuncture meridians, and the Triple Energizer is no more inherently plausible than that of demons, the four humors, or the healing power of God. Slate

Quem defende a homeopatia e a acupunctura é ignorante, burro, desonesto, arrogante ou irresponsável (alguns acumulam). O Bastonário da Ordem dos Médicos tem feito barulho, mas a Ordem dos Médicos pode fazer muito mais. Muito mais. 

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Anónimo

    01.03.18

    Penso que conspiração era uma brincadeira.
    Em certos hospitais há uma pratica complementar de acumpultura .Complementar aqui é uma palavra importante.
    O uso de placebos é uma pratica científica e serve inclusive para os ensaios clínicos comparativos e sua validação.
    Outro assunto caro caramelo e a propósito de um assunto muito mais importante.Genética e cronicas no Brasil:Li da tinta da china um livro de cronicas de um António Pratas -Meio intelectual Meio de esquerda, é o título". Conhecia" um tipo com quase o mesmo nome Mario Pratas grande cronista.Não deu outra o Antonio é filho.Vale a pena
    Nelson
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Pesquisar

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Só no intervalo do 1º parágrafo para o 2º é que de...

    • Anónimo

      Vejam a lista de ministros da saúde e os seu currí...

    • Anónimo

      Vasco, diz aí ao Eremita para ele transmitir ao Va...

    • Anónimo

      Meu lindo, tem dias.

    • caramelo

      schhhh, já passou, pronto, tu és um bocado chato.

    Links

    WEEKLY DIGESTS

    BLOGS

    REVISTAS LITERÁRIAS [port]

    REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

    GUITARRA

    CULTURA

    SERVIÇOS OURIQ

    SÉRIES 2019-

    IMPRENSA ALENTEJANA

    JUDIARIA

    Arquivo

      1. 2019
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2018
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2017
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2016
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2015
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2014
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2013
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2012
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2011
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2010
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2009
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2008
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D