Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

26
Abr19

"E se o 25 de Abril não tivesse existido?"


Eremita

O sonho húmido do historiador de direita

Por estes dias, o blogger ou colunista de direita publica inevitavelmente um texto com doses variáveis de três ingredientes essenciais. Um dos ingredientes é o enfado pelas comemorações, que quando usado com mão pesada tende a gerar as prosas mais patetas, como a deste (pub) pequeno censor que se diz liberal. O segundo ingrediente é a referência ao 25 de Novembro de 1975, hoje um (pub) reflexo pavloviano desencadeado pela iconografia abrilista. Mas é o terceiro ingrediente que realmente promete. Eles ainda não foram capazes, mas estão cada vez mais perto de demonstrar a irrelevância do 25 de Abril escrevendo uma história alternativa sem Chaimites nas ruas de Lisboa. Os historiadores conservadores - salvo erro - adoram particularmente a história contrafactual, que consiste em remover um acontecimento passado e ver o que teria sucedido depois ((pub) Niall Ferguson editou um volume destes exercícios e, por cá, Rui Ramos já se pôs a imaginar o futuro alternativo caso Sá Carneiro não tivesse morrido). Qualquer conservador escreveria uma história contrafactual sem o 25 de Abril para demonstrar que a data pouco ou nada contou, pois o que o 25 de Abril (combinado com o 25 de Novembro) teve de inegavelmente positivo (a liberdade e a democracia) era uma inevitabilidade histórica que alguns enigmáticos agentes concretizariam e quanto à evolução socioeconómica Salazar e Marcello Caetano teriam a coisa bem encaminhada. As tentativas ainda são tímidas e essencialmente apenas reacções ao que identificam como os (pub) delírios da exegese esquerdista de Abril, mas mais tarde ou mais cedo o (pub) Dr. Rui Ramos irá inspirar algum jovem lobo da nova alcateia de historiadores que - dizem-nos - se libertaram entretanto do marxismo cultural


Guardian http://destyy.com/wMd6ez

 

Aeion  http://destyy.com/wMd9aX

 

 

 

1 comentário

Comentar post

Pesquisar

Comentários recentes

  • Anónimo

    Eremita: pensava eu que o link era para as cenas d...

  • Anónimo

    chapada neles

  • Anónimo

    José Sócrates Gonçalves Carvalho Pinto de Sousa, v...

  • Anónimo

    Sempre , sempre mas mais ao são Gonçalves .Nelson

  • Anónimo

    Nelsinho: já rezaste hoje ao São José, ou ainda nã...

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D