Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

09
Jul18

Do catolicismo de Marcelo


Eremita

img_757x498$2017_10_20_08_36_45_678336.jpg

Lusa / Nuno André Ferreira

"O Presidente da República invocou "razões sociais" para promulgar o diploma do Parlamento que suspende temporariamente despejos de inquilinos em situação vulnerável, idosos a partir de 65 anos e cidadãos com elevado grau de deficiência." Público

Em jeito de provocação para uma pessoa muito anticlerical que comenta neste blog: não dou por garantido que nesta Europa, neste tempo, um presidente de centro-direita ateu, agnóstico ou de religiosidade - digamos - "não-praticante", fizesse o que Marcelo acaba de fazer. E eu, que sou ateu, justamente por reconhecer que o que lhe guiou a mão não foram apenas as "razões sociais", mas algo que os maluquinhos da laicidade não deixam que se diga, aplaudo de pé o gesto do presidente e orgulho-me da nossa matriz judaico-cristã. Amanhã já terei recuperado o cinismo e a desconfiança, já serei capaz de defender que não precisamos de Deus para sermos pessoas decentes e voltarei a gozar com as selfies e os abraços. Só amanhã. 

 

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Eremita

    09.07.18

    Calma, não roubes protagonismo ao Nelson.
  • Sem imagem de perfil

    Anónimo

    10.07.18

    Não vou fugir a provocação.Creio que anti clerical me coloca como aqueles personagens dos filmes italianos sobretudo em que o padre e o médico da aldeia discutiam para afastar o tédio acabando sempre como bons amigos a beber uns canecos .Defender a posição que também aplaudo como se tratasse de um acto de um católico bom assim como se diz por exemplo:É comunista mas boa pessoa e muito humana.Ou ainda mais basicamente :Nem todos os padres são maus.Até pode ser a minha posição mas não me sinto confortável com ela.Não é culpa do Eremita obviamente.
    Creio que o Caramelo tem razão e é este tempo incerto a provocar reações paradoxais em ateus.
    nelson
  • Sem imagem de perfil

    caramelo

    10.07.18

    Basta pensar-se que a bondade e a decência não nasceram com o cristianismo e sobreviveriam se, Deus nos guarde, o cristianismo desaparecesse. Caso resolvido, como diria o Górdio.
    Nelson, um padre e um médico ou um padre e um presidente de câmara, o Don Camillo e o Peppone, duas boas almas.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Pesquisar

    Pub e serviços

    Screen Shot 2019-04-07 at 17.13.03.png

    ”Screen

    Comentários recentes

    • marina

      já vai nos 50 euros que tive de gastar sem querer ...

    • Sarin

      Raquel Varela tem e sustenta razão em quase todo o...

    • Eremita

      Aqui não fazemos terapia de grupo, lamento.

    • Anónimo

      Agora saltas do amor canino às safadezasdo José Só...

    • adelinoferreira

      https://www.publico.pt/2019/08/18/politica/opiniao...

    Links

    WEEKLY DIGESTS

    BLOGS

    REVISTAS LITERÁRIAS [port]

    REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

    GUITARRA

    CULTURA

    SERVIÇOS OURIQ

    SÉRIES 2019-

    IMPRENSA ALENTEJANA

    JUDIARIA

    Arquivo

      1. 2019
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2018
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2017
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2016
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2015
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2014
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2013
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2012
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2011
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2010
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2009
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2008
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D