Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

18
Abr19

ARQUIMEDES


Eremita

Screen Shot 2019-04-20 at 08.01.51.png

ARQUIMEDES Matemático, físico, astrónomo, inventor, exibicionista inimputável e engenheiro grego, 287 a.C. - 212 a.C. 1. Foi o maior matemático da antiguidade. Só viria a ser ultrapassado por Newton, e a coisa pede photofinish. Nasceu em Siracusa (uma cidade-estado grega, na Sicília) e por lá viveu a maior parte da vida, apesar de uma estadia no Egipto, que possivelmente incluiu o package Pirâmides de Gizé e cruzeiro no Nilo. . 2. Arquimedes deixou uma vasta obra, mas o incêndio na biblioteca de Alexandria destruiu parte do seu legado e os estudantes de cálculo ainda hoje têm pesadelos quando pensam no que seria a matemática se os escritos completos de Arquimedes tivessem sobrevivido. Ainda assim, Arquimedes influenciou o ressurgimento da matemática mais de mil anos após ter dito "não toques nos meus círculos" ao soldado romano que o importunou - e acabaria por matá-lo - quando brincava nas areias de Siracusa. Esta é apenas uma das muitas expressões de Arquimedes que penetraram na cultura popular e que o matemático nunca terá dito. Como, de resto, o famoso "eureka!" ("descobri!"). Não há hoje cientista que não sonhe com o momento em que fará soltar os botões da bata de uma assentada, se livrará depois de toda a roupa e, pelado como veio ao mundo, desate a correr pelo instituto, soltando sonoros eurekas. É contudo extremamente improvável que Arquimedes tivesse descoberto o princípio homónimo enquanto se banhava; a acreditar no relato de Plutarco, o matemático era pouco amigo do sabonete (aceite-se o anacronismo) e quando o lavavam à força ele ficava absorto a desenhar bonequinhos geométricos no óleo que lhe passavam pelo corpo, o que não deixa ninguém em condições de se aperceber de transbordos de água, e muito menos de alterações subtis no nível da água da banheira. 3.Princípio de Arquimedes: todo o corpo imerso, total ou parcialmente, num fluido em equilíbrio, dentro de um campo gravitacional, fica sob a acção de uma força vertical, com sentido ascendente, aplicada pelo fluido; a intensidade desta força é igual à do peso do fluido deslocado pelo corpo. Esta lei fundamental da hidrostática surge no seu Tratado dos Corpos Flutuantes, obra que em tempos mais recentes gozou de imensa popularidade entre as (pub) famílias mafiosas, pelo menos enquanto durou o hábito de despachar gente incómoda em docas mal afamadas. A história de que Arquimedes teria aplicado este princípio para testar se a coroa do rei Herão era de ouro puro ou feita de uma liga metálica (que teria uma densidade diferente da do ouro puro e, consequentemente, um volume diferente para o mesmo peso) é provavelmente verdadeira. 3. Valor de pi: Arquimedes foi o primeiro a apresentar um cálculo formal e bastante aproximado do valor de pi. 3.1418, o valor por ele calculado, é curiosamente o valor que pessoas minimamente informadas retêm na cabeça, mas há hoje quem seja capaz de enumerar (pub) milhares de casas decimais deste número. 4. Invenções: Arquimedes foi o Leonardo da Vinci do seu tempo. Esta formulação é algo estranha, mas a verdade é que as parecenças entre os dois são inegáveis, sobretudo quando pensamos na maquinaria de guerra. Há uma explicação psicanalítica para a atracção por este tipo de inventos: todo o grande criador preserva a curiosidade das crianças, essas adoráveis criaturas que metralham perdigotos, simulam explosões, declaram unilateralmente a morte dos amiguinhos e obrigam os pais a gastar fortunas em arsenais de plástico. No caso de Arquimedes, há outra explicação: os Romanos à porta de casa. As catapultas e a diabólica (pub) garra de Arquimedes terão atrasado a capitulação de Siracusa. A história de que Arquimedes teria incendiado navios a milhas de distância com espelhos côncavos e lentes que concentravam a luz do sol num raio é provavelmente ficção, mas ficção plausível, sobretudo no pino do Verão siciliano.

Pesquisar

Comentários recentes

  • caramelo

    Olha, está giro, não conhecia isso. Mais um bocadi...

  • caramelo

    Já me disseram que é tecnicamente muito bom (a ref...

  • Diogo Almeida

    Aposto, sem ver mais nada além do trailer, que é u...

  • Sarin

    Subscrito na íntegra.O comentário posterior também...

  • Lowlander

    Caro Caramelo,"Soylent Green is people!!!":)

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D