Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

17
Nov17

As Mulheres na Ciência


Eremita

1177479.jpg

A escolha de Mónica Bettencourt-Dias para directora do Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC) é uma excelente notícia, que nos obriga a uma reflexão sobre a imagem da mulher na ciência. Ao contrário do que os mais distraídos poderão pensar, a nomeação de uma mulher para a direcção de um instituto de ciência não é uma novidade. Aliás, os três principais institutos de biomedicina de Lisboa são dirigidos por mulheres: além do IGC, a Fundação Champalimaud é dirigida por Leonor Beleza e a directora do Instituto de Medicina Molecular é Maria Mota. Para os mais cépticos, que verão este facto como uma improvável coincidência, lembro também que o mais prestigiado prémio nacional (o Prémio Pessoa) foi mais vezes atribuído, na área da ciência, a mulheres (Maria de Sousa, Maria do Carmo Fonseca e Maria Mota) do que a homens (Manuel Sobrinho Simões e João* Lobo Antunes). Exceptuando Leonor Beleza, que chega a um cargo de poder por contingências pouco habituais, todas as outras mulheres destacaram-se primeiro como cientistas e as insinuações que já li por aí sobre o nome "brazonado" da nova directora do IGC são ignorantes e absurdas; ninguém da área da ciência negará que os percursos destas mulheres são exemplos perfeitos de uma meritocracia a funcionar. Que isto tenha acontecido num país católico e patriarcal, apenas há pouco mais de uma geração saído de uma ditadura, parece-me suficiente para celebrar e perguntar por que motivo não está a acontecer tão depressa noutras áreas da sociedade.

Tenho muito mais a dizer sobre o tema, mas o montado não pode esperar. A despropósito, relembro que procuro um parceiro para um negócio de produção de porco preto alentejano.

* Ver comentários. Por vezes introduzo erros nos meus textos para testar a concentração dos leitores. 

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Eremita

    17.11.17

    Obrigado. Se o tivesse confundido com o irmão Nuno ainda se admitia, mas com o irmão António não há desculpa!
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Pesquisar

    Comentários recentes

    • José Quintas

      Nenhuma dúvida sobre o inspirado solo e adjacentes...

    • Anónimo

      ;-)

    • Anónimo

      O Caramelo está ocupado com o clube de fãs do Rui ...

    • Anónimo

      Vá, Caramelo.Da série “Grandes títulos da imprensa...

    • Anónimo

      Estás? Então foi amor à primeira vista, é que esta...

    Links

    WEEKLY DIGESTS

    BLOGS

    REVISTAS LITERÁRIAS [port]

    REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

    GUITARRA

    CULTURA

    SERVIÇOS OURIQ

    SÉRIES 2019-

    IMPRENSA ALENTEJANA

    JUDIARIA

    Arquivo

      1. 2019
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2018
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2017
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2016
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2015
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2014
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2013
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2012
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2011
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2010
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2009
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2008
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D