Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ouriquense

13
Fev18

Adolfo rules

Eremita

Adolfo Mesquita Nunes out.jpg

Expresso

As reacções negativas a esta entrevista a Adolfo Mesquita Nunes voltaram a ser escritas por pessoas bizarras. São pessoas que se esforçam por exibir enfado perante o tema, quando a rapidez e empenho com que o comentam é uma prova indesmentível do interesse e curiosidade que elas, como todos nós, temos por estas matérias. São também pessoas que denunciam um ressabiamento desconcertante: o ressabiamento do heterossexual amuado por não ter idêntica oportunidade de "brilhar" às custas da sua orientação sexual, o que só pode resultar de uma falta de empatia, falta de inteligência ou irritação perante as conquistas da agenda progressista.

 

Permitam-me uma revelação à Francisco Seixas da Costa, o embaixador que diariamente nos lembra que palitou acepipes com todos os eleitos da pátria. Antes da eremitagem, quando ainda tinha uma carreira na ciência, vivia na capital e fazia tangentes à blogosfera política, conheci o Adolfo Mesquita Nunes. Se tivesse de recorrer ao esquema de classificação de relações de Seixas da Costa, creio que seria abusivo descrever o Adolfo como um "amigo pessoal", mas guardo dele a melhor das impressões, coincidente com a sua imagem pública de homem frontal, competente, sensato e despachado. Se, há quase uma década, até eu estava a par da orientação sexual do Adolfo, concluo que não era segredo para ninguém. Por isso, creio que o Adolfo terá passado ao longo da sua vida por outras situações em que, a propósito da sua orientação sexual, foi muito mais corajoso do que na entrevista ao Expresso, mas o facto de ser apenas o segundo político a assumir-se como homossexual, depois de Graça Fonseca*, dá à entrevista uma importância óbvia, para mais sendo o Adolfo de um partido com raízes na democracia cristã, até há pouco nas mãos de um líder carismático que entendeu nunca falar sobre a sua vida privada. Ao contrário de Eduardo Pitta, não defendo que a "inscrição pública" da orientação sexual de "governantes, intelectuais, artistas e, grosso modo, formadores de opinião" seja um dever cívico, mas aplaudo-a com uma intensidade directamente proporcional ao seu grau de dificuldade. 

 

*Miguel Vale de Almeida não entra nestas contas, por nele estar trocada a ordem dos factores; assumiu-se como homossexual muito antes da sua breve passagem pela política activa. 

 

16 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Revistas literárias [port]

Revistas literárias [estrangeiras]

Guitarra

Blogs

Cultura

Ajude Fausto:

  • Uma votação em curso

Ouriquense, S.A, Redacções por encomenda

Séries

Personagens ouriquenses

CineClube- programação

  •  

Filmes a piratear

  •  

Filmes pirateados

Alfaias Agrícolas

Apicultura

Enchidos e Presuntos

Pingo Doce

Imprensa Alentejana

Portal ucraniano

Judiaria

Tauromaquia

Técnicas de homicídio

John Coplans

Artes e Letras

Editoras Nacionais

  •  

Literatura Russa

Leituras concluídas

Leituras em Curso

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D