Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

30
Set18

A inércia da tradição


Eremita

Oito anos depois de defender a audição de livros, continuo na defensiva. O meu método evoluiu. Agora repito de imediato a audição de um capítulo e admito até uma terceira escuta antes de avançar. Estando reunidas as condições necessárias, conjugo em simultâneo a audição e a leitura, mas não abdico de ouvir apenas, pois é a melhor forma de rentabilizar o tempo investido em tarefas monótonas como correr, lavar a loiça ou conduzir numa auto-estrada. Tenho estado a ouvir Ada and Ardor, de Nabokov, e a experiência é viciante. Uma verdadeira escuta, sobretudo de obras complexas na língua original  e com abundância de longas orações subordinadas, exige mais concentração do que a leitura - disso tenho absoluta certeza e só dirá o contrário quem nunca experimentou ouvir um livro. Isto deveria bastar para acabar com esta síndrome do impostor e este problema de consciência, mas há algo mais que ainda não consegui identificar. Talvez seja a inércia da tradição. 

3 comentários

  • Imagem de perfil

    Eremita

    01.10.18

    Sim, já me disseram isso muitas vezes. Confundes literatura com leitura, mas nem a mim este argumento me convence.

  • Sem imagem de perfil

    caramelo

    01.10.18

    Como assim, confundo literatura com leitura? Isso é a mesma coisa que me dizeres que confundo a comida com a língua. Olha, giro era um dia os garçons começarem a recitar os sabores da comida. Um deles provava e ia dizer aos clientes. Et maintenant, messieurs dames, regardez bien cette ratatouille, et vous serez transportée à votre douce infance en Provence. Poupa-se imenso. Para as gravações, também basta um livro, né?
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Pesquisar

    Comentários recentes

    • Anónimo

      Paciência, muita paciência, é o que é preciso para...

    • Anónimo

      ... há que analisar com agá, claro.

    • Anónimo

      «Já se vêem os bandos de pombos atrás do milho.»So...

    • Anónimo

      A natureza de alguns comentários neste Blog que ...

    • Anónimo

      Como assim? destrói?

    Links

    WEEKLY DIGESTS

    BLOGS

    REVISTAS LITERÁRIAS [port]

    REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

    GUITARRA

    CULTURA

    SERVIÇOS OURIQ

    SÉRIES 2019-

    IMPRENSA ALENTEJANA

    JUDIARIA

    Arquivo

      1. 2020
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2019
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2018
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2017
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2016
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2015
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2014
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2013
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2012
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2011
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2010
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2009
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D
      1. 2008
      2. J
      3. F
      4. M
      5. A
      6. M
      7. J
      8. J
      9. A
      10. S
      11. O
      12. N
      13. D