Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

18
Jun09

À primeira leitura da Ler [com adenda]


Eremita

Na última Ler, Rogério Casanova escreveu que "Portugal teve algumas boas revistas, mas só uma grande revista [a Kappa]". Para fazer prova, oferece-nos um inventário pouco cavalheiresco dos colaboradores que figuram no primeiro número: "Miguel Esteves Cardoso, Vasco Pulido Valente, Carlos Quevedo, Leonardo Ferraz de Carvalho, Rui Henriques Coimbra, Edgar Pêra, Manuel Hermínio Monteiro, Agustina Bessa-Luís, Maria Filomena Molder". Trata-se de uma lista impressionante. Mas esta não será pior: Branquinho da FonsecaJosé Régio,  Miguel TorgaVitorino NemésioJoão Gaspar Simões, Adolfo Casais Monteiro, António Botto, Fernando PessoaMário de Sá-CarneiroAlmada Negreiros e Irene Lisboa. E se a razoável continuidade no tempo da Presença for defeito (54 números entre 1927 e 1940), podemos lembrar antes o elenco do primeiro número do cometa OrpheuLuís de MontalvorMário de Sá-CarneiroFernando PessoaAlfredo Pedro GuisadoAlmada NegreirosArmando Côrtes-RodriguesJosé PachecoAntónio Ferro e Luís de Montalvor. Mas só fiquei chocado até perceber que Casanova faz o elogio da Kappa como revista irreverente e desalinhada do grande jornalismo e da literatura séria. No  fundo, para Casanova a Kappa é a única grande revista do grupo das revistas que incluem o Inimigo Público. O que deixa o leitor atarantado é a comparação inicial à New Yorker, mas basta trocá-la pela The Onion para que o mundo fique de novo em harmonia.

 

O ideal seria ter a Ler nas salas de espera dos consultórios. Como isso não acontece, só compro a revista de 6 em 6 meses. Não sou capaz de comprar todos os números porque sempre que começo a leitura de um só o abandono quando o li por inteiro. Se a leitura avançasse da primeira à última página, com regularidade, num fim-de-semana tinha a empreitada concluída, mas o que eu faço é folhear a revista sucessivas vezes e com um grau decrescente de exigência e motivação. À primeira passagem só me detenho no Casanova, mas folheio até ao fim. A seguir vem o Viegas, e de novo folheio o número do princípio ao fim. Depois o Costa Santos, o Pitta, o Abel Barros Baptista, etc. À vigésima passagem, já depois de antes me ter concentrado na ficha técnica, leio o Reis-Sá.  Este método toma-me cerca de um mês. Se comprasse todos os números, a Ler seria uma espécie de diário e é sabido que a concorrência mais feroz aos livros não vem da televisão, nem sequer do sexo, mas sim da prosa sobre livros. É mais uma daquelas contradições estruturais e estruturantes, mas não chega a ser tão escandalosa  - pois é bem-intencionada - como quando o jornalismo sério se debruça sobre os tablóides para mais uma reflexão profunda profusamente ilustrada.

 

 

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Pesquisar

Comentários recentes

  • Tom Joad

    Não foi considerada a hipótese mais plausível: aut...

  • Eremita

    "Se Joacine não fosse gaga não teria sido eleita, ...

  • Anónimo

    Excelente análise. É isso mesmo!Vi todas as interv...

  • Anónimo

    Se Joacine não fosse gaga não teria sido eleita, f...

  • Anónimo

    Caramelo: deixa de ser parvo, 'stá?

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D