Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

24
Mar09

Polémica no Cineclube


Eremita

 

No Sábado passado noite assistimos a Man on Wire, um documentário sobre o funâmbulo que caminhou entre as duas torres gémeas, a centenas de metros do chão. Philippe Petit, o funâmbulo, fala sobre si próprio com um entusiasmo tal que as suas proezas são menos uma demonstração de coragem do que uma prova de egocentrismo. É essa a grande pecha do filme. Preferíamos ter visto um poeta, um louco ou um sonhador. 

 

No fim do documentário discutiu-se a possibilidade de piratearmos o filme Che, que acaba de estrear em Lisboa. Pela primeira vez, ouviram-se insultos na sala. Não há "lei Barreto" que suture a ferida profunda da reforma agrária. Mas tinha razão a ala reaccionária, representada por duas raparigas ouriquenses muito bem apessoadas, que só aparecem por aqui aos fins-de-semana e transportam a aura irresistível da aristocracia decadente, o que transforma a tensão erótica que por elas sinto numa dupla traição - à minha paixão por Tatiana e à sua condição operária. Diziam estas jovens mulheres que Che foi um assassino, responsável por fuzilamentos sumários. É verdade. Aliás, Che continua a assassinar pessoas, de que é exemplo o  recente  fuzilamento de Benecio del Toro. O meu argumento, que colheu algum apoio, foi o de que é importante avaliar o grau de hagiografia do filme de Soderbergh em primeira mão. Ainda assim, uma das belas ouriquenses cosmopolitas lançou-me um esgar à Isabel Moreira e rematou entre dentes (disseram-me depois): "ainda bem que seu avô não o pode ouvir..."  Pelos vistos sabe quem sou, embora eu não reconheça estas mulheres no meu passado. Esta curiosidade  deixa-me levemente deprimido. E a subtil excitação ainda mais. Queria-me imune a qualquer outra mulher que não a Tatiana e estas duas têm um evidente potencial caprino. Concluo que já devia ter tombado Tatiana numa seara.

2 comentários

Comentar post

Pesquisar

Comentários recentes

  • Sarin

    E Cristina Miranda caberia?

  • Anónimo

    Ainda está online, Eremita, e bem que poderias abr...

  • Anónimo

    Eremita: pensava eu que o link era para as cenas d...

  • Anónimo

    chapada neles

  • Anónimo

    José Sócrates Gonçalves Carvalho Pinto de Sousa, v...

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D