Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

25
Dez08

...


Eremita

 

O que separa a humanidade da barbárie? De certa forma, o ainda elevado preço das rinoplastias. Sempre que, em Lisboa, Paris ou Nova Iorque, uma rapariga pencuda me fazia um apanhado autobiográfico pontuado pelos instantes em que quase cedeu à tentação de operar o nariz, só não me exaltava porque sabia o fim da história. Mas de onde vem esta tara? De uma mulher pencuda que não chegou a marcar presença nos álbuns de família mas andou comigo ao colo, dando-me beijinhos à esquimó como se me esbofeteasse? Ou será que Camarate e o marcante perfil de Sá-Carneiro deixaram numa criança uma marca indelével que ninguém poderia antecipar? Em todo o caso, não é coisa para se associar a nenhuma mulher em concreto, o que é libertador. Nunca farão de mim o tipo que arregimenta pencudas como outros coleccionam loirinhas parecidas com a primeira namorada que lhes deu com os pés. No fundo, antes de ser um corno sou um esteta.

 

Os grandes narizes têm em regra uma ligação ao Mediterrâneo. Por isso dou comigo a folhear as páginas da história da Ucrânia, na esperança de que dar a Tatiana algum sangue judaico talvez não seja inverosímil. Preciso de salvar Tatiana da condição eslava e de um nariz perfeito. Não tem sido fácil. Cheguei inclusivamente a imaginar uma cena de violência doméstica, em que seria Igor a partir a cana do nariz de Tatiana, dando-lhe traços absolutamente irresistíveis; esta seria uma circunstância de considerável potencial literário, mas que retardaria a morte de Igor, algo que nem a quadra festiva me leva a considerar - nisto de indultos, sou como Cavaco Silva, avaro q.b.

1 comentário

Comentar post

Pesquisar

Comentários recentes

  • caramelo

    Olha, está giro, não conhecia isso. Mais um bocadi...

  • caramelo

    Já me disseram que é tecnicamente muito bom (a ref...

  • Diogo Almeida

    Aposto, sem ver mais nada além do trailer, que é u...

  • Sarin

    Subscrito na íntegra.O comentário posterior também...

  • Lowlander

    Caro Caramelo,"Soylent Green is people!!!":)

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D