Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

01
Nov08

...


Eremita

 

 

A  América (os EUA) de Dennis McShade é um produto natural dos livros e filmes que o escritor consumiu. Não se trata de um caso raro. A hegemonia cultural da América é tal que se torna irresistível não escrever sobre ela. Dinis Machado nunca cruzou o Atlântico e é com assinalável pudor que McShade evita as descrições. Quando Maynard vai jantar a um pequeno restaurante da Avenida 24, só pode ser em Brooklyn, mas a Nova Iorque de Mão Direita do Diabo vem sem pistas, como se Mcshade pedisse ao leitor que usasse as imagens que já tem sobre a cidade para recriar o enredo do livro. As únicas sugestões acabam por ser os nomes das personagens: Ricky Blake, Cassino, Eddie Piano, Herbie Lawson, Max Gold, Charlie Di Luca, Arteleso, Nick Collins... Cada nome traz consigo um cenário inteiro.

 

A fórmula de McShade é uma solução para a ausência de uma mais-valia de conhecimento sobre a América, que ele felizmente não tentou colmatar com o estudo dirigido. Este livro preguiçoso, nos antípodas dos calhamaços hiper-realistas esforçados e dos romances históricos de amadores que contratam quem faça trabalho de campo e pesquisa bibliográfica, lembrou-me um comentário de um professor de música que dirigia um coro em que cantei. Falando para os que deviam ter uns dois anos de formação musical, disse-lhes que eram os mais limitados. É fácil perceber que fossem mais limitados do que os de formação mais avançada. Mas como explicar que perdessem também para os iniciados? Simples: embora ainda não fossem fluentes a ler música, o seu primeiro impulso era decifrar a pauta e não, como acontecia com os iniciados, apanhar logo a música de ouvido. McShade tem a inteligência de não querer passar por mais do que um iniciado. Ele apanha a América com o ouvido e a circunstância de nunca lá ter posto os pés salvou-o de uma tentativa soluçante de decifrar a pauta.

Pesquisar

Pub e serviços

Screen Shot 2019-04-07 at 17.13.03.png

”Screen

Comentários recentes

  • Valupi

    Vou já tratar disso, compadre.

  • Anónimo

    Much ado about nothingOs processos são distribuído...

  • Sarin

    A presunção de inocência na mão dos presunçosos ag...

  • Eremita

    O PCP vê o mundo segundo uma luta de classes que s...

  • Anónimo

    Parece-me que a sua crítica peca por omissão. Tem ...

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D