Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

26
Nov12

"Você decide"


Eremita

Tive hoje uma ideia boa para um conto. Seria a história de um homem que perverte o bom instinto de acompanhar o seu pai nas sessões de quimioterapia num vício por mulheres com doenças fatais. Tudo começaria por acidente, como se fosse uma bela história de amor... sei lá, ele a virar uma esquina num dos corredores do hospital, ela também, esbarram um no outro, ambos caem, o saco do soro que ela trazia ao alto (como estandarte) rasga-se e molha-o nas calças, ela tem um primeiro impulso para o secar, depois retrai-se, olham-se, riem, ela remata com uma paráfrase da Mae West, ele responde-lhe à Bogart, pronto, são cinéfilos, apaixonam-se, têm tempo para um fim-de-semana em Veneza e são felizes até à morte dela. A partir dessa experiência, por comparação às relações anteriores, que não foi mais capaz de iniciar por se sentir refém das promessas frustradas de futuro, ele conclui facilmente que só pode viver relações com quem já esteja condenado. Ir a Veneza todos os anos passa a ser um ritual. O mesmo quarto, a mesma rotina. Elas não sabem e ele começa a ressacar o vício. 2, 3, 5, 8, 13 mulheres em 13 anos, tantos quantos durou o seu pai. Torna-se então voluntário, faz números de palhaço para as crianças doentes, continua a alimentar facilmente o vício, sabe como descobri-las, a que horas meter conversa. Como se remata esta história? Ora, um dia adoece e começa ele a fazer as sessões de quimio. Ainda pensa em continuar o esquema, o tumor não é muito agressivo, estima que pode ir a Veneza pelo menos mais 4 vezes. Mas não é mais capaz de seduzir as pacientes da ala. Sente-se cada vez mais só. Até que recebe a visita de uma ex-namorada, parece que os anos não passaram por ela, nem por eles, pelo menos quando falam. Enfim, neste momento o leitor pode decidir se nos vamos vingar deste homem ou simplesmente deixá-lo morrer.

 

 

 

1 comentário

Comentar post

Pesquisar

Comentários recentes

  • Anónimo

    O Ferro sempre foi um medíocre com boa imprensa, v...

  • Anónimo

    Atitude disparatada e despropositada de Ferro Rodr...

  • Anónimo

    Caramelo, quase gosto de ti, quando estás calado e...

  • Anónimo

    Santo também tem saco é verdade mas quando o "sant...

  • caramelo

    Ah, claro. Nisso concordo.

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D