Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

14
Jul12

Dois tabus


Eremita

[em actualização]

 

Os últimos diálogos eróticos levaram Nuno Salvação Barreto a convocar uma reunião com carácter de urgência. Confesso que temi um sopapo, mas ele revelou-se até bastante afável. A reunião não durou mais de 5 minutos, porque o censor vinha com o trabalho de casa feito. Relembrou-me os princípios que devem nortear o Ouriquense citando Diego Armando Maradona - "...no se cumplió el sueño pero se encontró un camino. El de respetar la historia (...), de volver a las raíces, de jugar por abajo" -, alertou-me para as tentações vãs, não foi sensível ao que me parece uma perigosa transformação de blog de culto em blog morto, nem à inviabilidade económica deste projecto se não começar a fazer cedências comerciais. Passou-me depois para as mãos duas listas de palavras proibidas. Excepcionalmente, autorizou-me a revelar as listas, que passam a integrar o nosso livro de estilo. Não proibiu a blasfémia.

 

Léxico proibido escatológico-sexual: para evitar o clássico momento de humor à Diácono Remédios, e nos salvaguardarmos da suspeita de uma artimanha para enganar os motores de busca, Nuno Salvação Barreto obrigou-me a usar hipertexto para listas já existentes e a incluir apenas as palavras presentes nessa lista mas que NÃO serão suprimidas. Tomando por base o Dicionário Aberto de Calão e Expressões Idiomáticas, de José João Almeida, foi possível chegar a uma solução de compromisso que exclui apenas as palavras descritas como pertencentes ao "calão" (incluindo o "calão carroceiro" e o "calão muito carroceiro"). Dentro destes grupos, pelo contributo que podem dar à prosa e fraco teor ofensivo, NÃO são suprimidas as seguintes palavras e expressões: Abafa palhinha, abichanado, abrir a anilha, anhar, aranha [como sinónimo de cona*1; pipi; pito; pitaço; pirona; rata*2; vagina; ninho; parreco; pombinha; racha; febra; entrefolhos; mexilhão; ostra; greta; pachacha; patareca; passarinha; perseguida; boceta;conaça; crica; fanesga; boca do corpo), asterisco (como tipo que inferniza os outros), azeite/azeiteiro (como sinónimo de chulo, proxeneta *3, parolo, chunga, chulo, pimba, mitra), Badalhoco*4, banana (como sinónimo de pénis; pila; pincel; piça;caralho; besugo; cacete; pau; pinto; ponteiro; porra; drejo; bregalho; vergalho; piroca; pirilau; pichota; basalto; pirola; pissalho; piçalho; bitola; blica; bordalo; bacamarte; marsapo; besugo; sabordalhão), beita (sinónimo de esporra;langonha; esperma; nanha), berlaitada (como sinónimo de foda; pinocada; queca; coito; (dar* uma/) rapidinha; (dar* uma/) trancada; (dar* uma/) caimbrada; cambalhota)...

 

[Termino a transcrição mais tarde. Salvação Barreto era forcado mas tem letra de médico.]

 

Léxico proibido para uma recusa activa da hiper-actualidade: a elaboração desta lista colocou alguns problemas a Nuno Salvação Barreto, que pediu ajuda ao Judeu. O Judeu sugeriu-lhe que estabelecesse apenas critérios de exclusão que cumpram o objectivo de proteger o Ouriquense de uma hiper-actualidade que, por definição, está em constante transformação. Esses critérios, que também mantêm esta entrada impoluta, são os seguintes:


1- Nunca referir nomes de pessoas envolvidas em casos que mereçam o comentário de Marcelo Rebelo de Sousa.

2- Nunca referir conteúdos com comportamento viral na internet registado há menos de 1 ano.

3- Nunca escrever sobre temas abordados na mesma semana pelos seguintes cronistas, humoristas ou comentadores: João Miguel Tavares, Joana Amaral Dias, Nilton, Nuno Markl, Pedro Marques Lopes, Manuela Ferreira Leite e Vítor Manuel Ramalho. 

4- Nunca escrever sobre tópicos contemplados pelas 10 hashtags mais populares da actualidade.

5- Nunca comentar uma manchete de jornal com menos de 1 ano.

6- Nunca fazer links para blogs de pessoas sem ambições exclusivamente literárias.

7- Nunca comentar ou mostrar fotos de mulheres nascidas depois de 1984.

8- Nunca escrever sobre futebol.


São admitidas excepções para:

A.  os casos em que esteja em causa o bom nome do Alentejo ou da nossa vila, e ainda sempre que surgir uma oportunidade de denegrir Castro Verde. 

B.  as polémicas em que a força motriz é o ego dos intelectuais envolvidos. 

C.. qualquer notícia relacionada com Vasco Graça Moura ou Vítor Silva Tavares.

D. Prosa sobre o Sporting Clube de Portugal, no contexto do projecto BW, é admissível.

E. Links para o blog A Causa Foi Modificada, apesar de o autor ter a ambição de ser amado por estranhos.

 

Estas regras entram hoje em vigor e Nuno Salvação Barreto admite fazer algumas alterações, caso verifique que não antecipou todas as formas de perverter as grandes linhas orientadoras do Ourique: encontrar um caminho, respeitar a História, voltar às raízes , jogar com a bola colada ao relvado.

 

*1 As palavras em letra pequenina, que surgem apenas na qualidade de sinónimos de palavras resgatadas da lista negra, serão efectivamente censuradas. Não tive tempo de discutir com Savação Barreto a decisão que tomei de apresentar os sinónimos. 

*2 Uma palavra censurada no contexto escatológico-sexual pode salvar-se pela polissemia. "Rata", como fêmea de rato ou como a finta no futebol em que se faz passar a bola por entre as pernas do adversário, é perfeitamente aceitável. 

*3 Podem ser excluídas palavras que soam mal ao ouvido. 

*4 Não há paridade na censura: "badalhoca" é palavra proibida, mas não "badalhoco".

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Pesquisar

Comentários recentes

  • Anónimo

    Eremita: pensava eu que o link era para as cenas d...

  • Anónimo

    chapada neles

  • Anónimo

    José Sócrates Gonçalves Carvalho Pinto de Sousa, v...

  • Anónimo

    Sempre , sempre mas mais ao são Gonçalves .Nelson

  • Anónimo

    Nelsinho: já rezaste hoje ao São José, ou ainda nã...

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D