Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

14
Mai12

A cueca cor-de-rosa


Eremita

- Judeu, isto parece-me um disparate.

- É uma mera precaução.

- Uma ideia peregrina...

- Uma ideia adequada aos tempos que se avizinham. O suicídio será revisto em alta.

- Mas tu não percebes que o simples facto de escreveres uma carta destas me deixa preocupado?

- Toda a gente já pensou em acabar com a sua própria vida.

- Achas mesmo?

- Sim. Qualquer pessoa. Não depende da infelicidade, depende da capacidade de raciocínio abstracto. Fala-se é pouco disto.

- Mas daí a deixares-me uma carta...

- É uma carta de não-suicídio, já te expliquei. 

- A tua pior invenção.

- Que mal pode resultar?

- Deixaste-me preocupado.

- Pretendo apenas assegurar que ninguém se apropriará da história da minha vida. Tenho um filho.

- Mas revelas um excesso de zelo que é próprio dos obcecados. 

- Limito-me a reagir às circunstâncias actuais. Já não se pode escorregar, meu caro. Já não há direito ao acidente. Hoje, somos todos suicidas até prova em contrário. Este é o mundo que criámos. E esta é a minha prova. Não vou deixar este assunto nas mãos do Estado, de um qualquer investigador com relatórios em atraso e problemas de alcoolismo. 

- Como garantes que acreditarão no que escreveste? Podes ser um suicida que forjou o seu próprio acidente mortal. 

- É verdade, tenho andado a pensar nisso, espero encontrar uma solução. Entretanto, faço de ti o depositário da minha carta.

- É uma honra que preferia evitar.

- Faz isto por mim. Guarda a carta numa caveta. O mais provável é não precisares de a abrir nunca. 

- Tenho alguma curiosidade, confesso. 

- Só escrevi um parágrafo. Digo que só terá sido suicídio se me encontrarem de cuecas cor-de-rosa.

- Porque noutras circunstâncias nunca as vestes. Entendo-te.

- Sim, tal como houve o Vestida para matar, imaginei o vestido para morrer. A cueca cor-de-rosa é um mero capricho.

- Será? Não chega a ser engraçado, é sobretudo triste.

- Eu sei. 

- E até algo decadente.

- Isso é heteronormativo.

- Vai-te foder. É decadente, não me lixes.

- Talvez.

- No fundo, tu esvazias o suicídio de estilo. 

- Pode ser.

- Usas a humilhação como garantia de sobrevivência...

- Sim. Podes parar?

- É eficaz, mas excessivo. Não queres antes reescrever a carta mencionando meias de cores diferentes?

- Por vezes ando mesmo com meias trocadas.

- Já tens as cuecas?

- Não. 

- Não as compres, peço-te.

- Não conto comprá-las. 

- Judeu, eu sou teu amigo. Tu não me obrigues a abrir a tua cómoda como quem procura uma pistola. 

- Só encontrarás cuecas brancas e uma com caras do rato Mickey. 

- Tiveste medo de usar essa na carta?

- Foi prenda de uma tia, não seria correcto. Tenho um filho, mas também tenho primos. 

Pesquisar

Comentários recentes

  • Anónimo

    José Sócrates Gonçalves Carvalho Pinto de Sousa, v...

  • Anónimo

    Sempre , sempre mas mais ao são Gonçalves .Nelson

  • Anónimo

    Nelsinho: já rezaste hoje ao São José, ou ainda nã...

  • Anónimo

    Só não percebi se as aulas de artes marciais se...

  • Anónimo

    «... uma fé na capacidade transformadora do Estado...

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D