Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

04
Mai12

O stress e a sesta


Eremita

Quase toda a gente deseja morrer a dormir e eu não serei excepção. Mas como suspeito que morrerei a dormir por ter adormecido, não retiro daí nenhum consolo. Não preciso de grandes condições de conforto físico para conseguir um sono profundo e revigorante; também não preciso de grande conforto psíquico, porque as aflições só atrasam o sono, sem que depois o perturbem. Se é certo que milhões de anos de evolução deram às espécies o coice de adrenalina que lhes permite reagir com rapidez ao stress, poucos anos bastaram para o meu corpo se dar conta de que o seu melhor instinto de sobrevivência é a sesta. Sobre esta mania do meu corpo, ocasionalmente intensificada por algum fármaco, não tenho nenhum controlo. Por isso sei que aquilo que me tem salvo tantas vezes dos exageros a que me forço, esta força da homeostasia que é o sono, também me matará um dia, apenas por capricho. Há um vasto espectro de situações em que adormecer nos complica a vida: adormecer durante um acto sexual, adormecer ao serão na presença de convidados, adormecer à psiquiatra, quando alguém nos faz uma qualquer confissão, adormecer... Enfim, creio que condensei estes temores num exemplo extremo, que por vezes me ocorre: se um dia estiver num grupo a que falte comida, sei que as minhas adormecidas e indefesas nádegas inaugurarão as refeições canibais que nestas circunstâncias marcam a passagem de homens a simples bichos. Mas não julguem que se trata de um pesadelo. Como compreenderão, é algo em que penso apenas quando estou acordado.

 

 

 

Pesquisar

Pub e serviços

Screen Shot 2019-04-07 at 17.13.03.png

”Screen

Comentários recentes

  • Valupi

    Vou já tratar disso, compadre.

  • Anónimo

    Much ado about nothingOs processos são distribuído...

  • Sarin

    A presunção de inocência na mão dos presunçosos ag...

  • Eremita

    O PCP vê o mundo segundo uma luta de classes que s...

  • Anónimo

    Parece-me que a sua crítica peca por omissão. Tem ...

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D