Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

25
Jan12

Investigações


Eremita

Logo a seguir à proposta de comparar o índice de suicídio em prosadores e em poetas lusitanos, surgiu-me outra ideia para sujeitar ao teste empírico: é válida a tese de que os grandes títulos na literatura não têm verbos? Como se sabe, trata-se de uma ideia de Eduardo Cintra Torres e, até ver, a melhor que o crítico produziu, pelo menos a julgar pelos seus artigos no Público que li. Além da entediante listagem dos títulos de romances e do aparato estatístico para testar a relação entre qualidade literária e ausência de verbos no título, creio que podemos incluir neste projecto uma abordagem complementar, a saber: explicar as excepções. Por exemplo, embora não seja um livro, o blog Tenho Estado a Ler Whitman é, creio que sem grande margem para dúvidas (sobre a objectividade na subjectividade tenho em preparação outro estudo), o melhor título entre os blogs activos. Ora, "Tenho Estado a Ler Whitman" inclui 3 verbos (enfim, pelo menos 2) e uma acção prolongada no tempo. Como explicar este acidente, admitindo que o trabalho de sapa confirmará a tese de Cintra Torres. Creio que haverá apenas 2 possiblidades: 1) o excesso de verbos subverte a regra - subverter é bom; 2) "Whitman" reabilita o uso de verbos, isto é, a associação de um verbo ao nome de um indivíduo (real ou fictício) é uma categoria especial. São ideias para ter em conta quando se fizer o escrutínio da lista. E assim vai andando o Ouriquense, cada vez mais no sentido das suas próprias investigações, o seu body of work.*

 

* E que a dispersão não nos impeça de terminar o estudo sobre os tamanhos de letra nas capas das traduções do grande - o sublime! - Vasco Graça Moura.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Pesquisar

Comentários recentes

  • Anónimo

    RFC2 DE JUNHO DE 2020 ÀS 17:12Valulupizinho, porra...

  • Anónimo

    2/2LENA ENGENHARIA E CONSTRUÇÕES, SA, pela prática...

  • Anónimo

    Quem tramou José Sócrates? Nós todos (Ep11, onze!,...

  • caramelo

    Leitor, eu quando li "insinuação" pensei que por l...

  • Anónimo

    Não vou alimentar uma discussão que nasce de um ma...

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D