Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

04
Set11

Um sonho


Eremita

 

Sonhei hoje com um possível livro. O título, excelente, era A Lei Barreto, e a trama decorria no Alentejo, durante a reforma agrária. Havia piscadelas de olho a Saramago, Manuel da Fonseca, Florbela Espanca e ainda a Monica Ali, mas para um contraste entre os eleitos e a proscrita, por a britânica ter ousado escrever um romance sobre a nossa planície. O autor não era eu, mas o Fausto, cujo estilo tinha sofrido uma profunda mudança depois de um curso de escrita criativa, embora, na verdade, a prosa dele tivesse passado a estar para a literatura como a personagem Zelig para a humanidade, pois ele fazia pastiche de tudo o que lesse na véspera. O meu auxílio não se faria ao nível da edição e revisão, antes do fornecimento do material que iria definir o estilo de Fausto no dia seguinte; eu seria uma espécie de produtor da sua prosa. António Barreto assinou o prefácio e fez a apresentação da obra. O plano concretiza-se no sonho, mas não sem um imprevisto pós-moderno: enquanto escrevia o romance, Fausto continuou a exercer a sua missão de braço armado do Ouriquense, conseguindo aqui conservar o seu estilo original, e numa aldeia (que prefiro não nomear) alguém começou a dar aos seus textos políticos uma importância desmedida, ao ponto de em menos de dois meses ele passar a ideólogo à força de um movimento, o Brigadas da Planície, que reclamava a independência do Alentejo e planeava raptar o Algarve. 

 



Pesquisar

Comentários recentes

  • Anónimo

    Eremita: pensava eu que o link era para as cenas d...

  • Anónimo

    chapada neles

  • Anónimo

    José Sócrates Gonçalves Carvalho Pinto de Sousa, v...

  • Anónimo

    Sempre , sempre mas mais ao são Gonçalves .Nelson

  • Anónimo

    Nelsinho: já rezaste hoje ao São José, ou ainda nã...

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D