Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

27
Fev11

Noivado em S. Domingo versus A Especulação Imobiliária


Eremita

Creio que nunca li ao mesmo tempo dois livrinhos tão contrastantes. Noivado em S. Domingo (1), de Heinrich von Kleist, são 65 páginas que consumi de uma assentada, um verdadeiro page turner, parco em digressões e descrições, cheio de exotismo, tensão racial e sexual, terror, dissimulação, violência, paixão, morte, traição, vingança e [spoiler warning] a habitual morte trágica dos dois amantes por causa de um equívoco (aqui em versão assassínio-e-suicídio e não duplo-suicídio, o que torna o final mais próximo de um caso de violência doméstica do que da referência incontornável de Shakespeare). A Especulação imobiliária (2), de Italo Calvino, é exactamente o contrário, uma tentativa consciente de fazer literatura a partir de uma matéria-prima de emoções paupérrima e de um contexto insuportavelmente aborrecido (todos os trâmites associados a uma obra), apenas salva por uns espasmos ensaísticos e algumas descrições conseguidas. Pode haver um equívoco grave da minha parte, se nas últimas páginas de Calvino um dos serventes der com a picareta na cabeça do especulador imobiliário e a virgem que até agora só pestaneja conhecer os prazeres do sexo numa divisão ainda por rebocar, pois a verdade é que este livro me acompanha há semanas e ainda não o consegui terminar. Tudo isto é surpreendente, pois à partida eu torceria pelo projecto de Calvino. Consequências? Kleist troca de posição com o italiano na grelha de leitura programada até 2015. Sou pela flexibilidade e a meritocracia. 

1. Tradução de Maria Amélia Cruz, Relógio D'Água.

2. Tradução de José Colaço Barreiros, Teorema.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Pesquisar

Comentários recentes

  • Anónimo

    Eremita: pensava eu que o link era para as cenas d...

  • Anónimo

    chapada neles

  • Anónimo

    José Sócrates Gonçalves Carvalho Pinto de Sousa, v...

  • Anónimo

    Sempre , sempre mas mais ao são Gonçalves .Nelson

  • Anónimo

    Nelsinho: já rezaste hoje ao São José, ou ainda nã...

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D