Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

25
Fev11

O que vale um título?


Eremita

Já aqui escrevi sobre o principal contributo de Cintra Torres para Portugal: a sua tese de que não há bons títulos de romance com verbos. Esta verdade propagou-se com uma dinâmica viral nos círculos intelectuais lusos e assistimos esta semana a um dos seus efeitos mais subtis, que só os observadores atentos das finas engrenagens que regem a cultura portuguesa podem apresentar como exemplo de causa-efeito. Refiro-me, como alguns certamente  já perceberam, à saída de Inês Pedrosa (autora dos títulos Fazes-me Falta e Fica Comigo) do Expresso. Ainda a corroborar a importância de Cintra Torres, é de frisar que Pedro Mexia chega ao Expresso sem nunca ter usado um verbo nos títulos da sua já extensa obra (Duplo Império, Em Memória, Avalanche, Eliot e Outras Observações, Vida Oculta, Senhor Fantasma, Menos por Menos, Poemas Escolhidos, Primeira Pessoa, Nada de Melancolia e As Vidas dos Outros).

 

Ainda sobre títulos, mas sem querer fazer disto uma regra, porque mais não é do que uma mania minha, tenho fascínio por títulos pouco literários, antíteses de um - digamos - Segura-te ao meu peito em chamas (de Cachapa, homem que em breve também será vítima da maldição de Cintra Torres, a menos que produza depressa uma série de títulos com substantivos que remetam para o imobilismo físico ou contemplativo: Estaca, A inércia de Josefina, Pé de chumbo e olho de vidro, enfim, até um A Imponderabilidade das Nuvens). O meu subgrupo preferido entre os títulos pouco literários é o dos que remetem para as ciências exactas. Não me refiro ao A Solidão dos Números Primos, um belo e irreprensível título, mas profundamente literário. Penso antes em A mecânica dos fluídos, de Eduardo Prado Coelho, ou em Tabela Periódica, de Primo Levi. Num outro subgrupo aparecem os títulos com referências ao mundo empresarial, negócios, finanças, etc. Foi exclusivamente por esse motivo que comecei a ler A Especulação Imobiliária, de Italo Calvino. E é até provável que seja ainda exclusivamente pelo mesmo motivo que o acabe.

 



Pesquisar

Comentários recentes

  • Anónimo

    José Sócrates Gonçalves Carvalho Pinto de Sousa, v...

  • Anónimo

    Sempre , sempre mas mais ao são Gonçalves .Nelson

  • Anónimo

    Nelsinho: já rezaste hoje ao São José, ou ainda nã...

  • Anónimo

    Só não percebi se as aulas de artes marciais se...

  • Anónimo

    «... uma fé na capacidade transformadora do Estado...

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D