Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

13
Mar13

Lombalgia


Eremita

 

10.


- Para regressar a Belo Horizonte?

 

Fui eu a dizer-lhe que aproveitasse o acidente para abandonar aquela vida. Não houve ponta de misticismo na minha argumentação. Lucinha é uma mulher inteligente e com estudos - "diferenciada", diz-se. Distingue-se das outras prostitutas da raia que tenho conhecido desde que me mudei para Ourique por ser mais magra, cuidada na gramática e com um leque de expressões faciais complexas a acompanhar o cigarro que fuma depois do sexo, o que faz parecendo uma actriz de cinema, olhando-me de igual para igual ou até ligeiramente de cima, mesmo quando fica nua sobre a cama e eu já estou de braços aprumados assentes no parapeito da janela a aliviar a ligeira impressão na regão lombar que tenho vindo a sentir depois do sexo. Lucinha não tem o misticismo das mulheres muito burras, nem o das mulheres muito inteligentes em crise. Ela sabe que a probabilidade de voltar a ser violada daquela forma é baixa e que continua igual à probabilidade que havia de ser violada antes de se encontrar com aquele homem, a menos que o homem tivesse gostado tanto que tentasse voltar, hipótese que descartou. Lucinha sabe que a sua vida pode continuar como antes e nem sequer precisa de enclausurar aquela lembrança. Mesmo depois de violada e apesar do choro e dos espasmos que lhe crispam os dedos, ela usa a emoção como um combustível para pensar e não como um solvente.

 

- Vai lá, vai. É dor de cabeça.

- Estás com dor de cabeça, Lucinha?

- Sim, dor de cabeça.

- Dor de cabeça mesmo?

- Pára. (risos)

- Vou a correr.

- Isso.  Aproveita e compra um emplastro para você. Pode doer mais tarde. Tive umas ideias.

- Umas ideias?

- Anda, vai. Olha que fico contando os minutos. (sorriso)

 

Lucinha cobra à hora uma taxa fixa e extras que variam em função da natureza do acto. Mas fui a correr porque gosto dela.

Pesquisar

Comentários recentes

  • Anónimo

    Eremita: pensava eu que o link era para as cenas d...

  • Anónimo

    chapada neles

  • Anónimo

    José Sócrates Gonçalves Carvalho Pinto de Sousa, v...

  • Anónimo

    Sempre , sempre mas mais ao são Gonçalves .Nelson

  • Anónimo

    Nelsinho: já rezaste hoje ao São José, ou ainda nã...

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D