Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

04
Mar13

Como expiar a culpa


Eremita

 

 

 

4. O desconforto que sinto por frequentar prostitutas não será original, mas julgo ter chegado a uma solução minimamente satisfatória, que pelo menos me permite dar o dinheiro por bem gasto. Se nada disto se faz sem um preço, passei a conseguir antecipar todas as mudanças de humor durante esta viagem, quase ao ponto de saber a que quilómetro me vou sentir melhor e a que quilómetro regressa a melancolia. O truque que uso é criar um dilema, não verdadeiramente do tipo moral, mas capaz de funcionar como uma manobra de diversão para a consciência, pois a seguir excluo-me do processo de decisão, ficando à mercê da sorte. Nunca uso moedas, embora a moeda fosse indicada para uma decisão dicotómica, porque gosto de juntar à desresponsabilização de uma escolha aleatória um rosto capaz de ser culpabilizado. Esta combinação de efeitos é muito poderosa e tendo ainda a variar o protocolo, o que me ocupa a cabeça em raciocínios e me faz gozar a amoralidade que se experimenta na perseguição de um estilo. Por exemplo, na semana passada, se a primeira pessoa a dobrar a esquina fosse uma mulher, iria para a esquerda; se fosse homem, para a direita. A este esquema básico por vezes associo algum risco: se a primeira pessoa a dobrar a esquina empurrasse um carrinho de bebé, regressaria a Ourique. Num desses jogos, há já uns meses, arrisquei, perdi e voltei mesmo para trás, apesar de possuído pelo desejo; nessa noite, jantei com o Judeu e conversei como um vencedor.

Desta última vez, parei numa praça junto da igreja, diante de um chafariz que beneficia da sombra de uma das duas palmeiras, decidido a ir para El Granado se a primeira mulher que fosse ali beber vestisse saias e para Villanueva de los Castillejos se viesse de calças, desprezando mulheres de calções, jardineiras e toalhas ou lenços a camuflar o rabo. A estrada para El Granado é pior, mas a brasileira compensa em ternura quando comparada com a colombiana.

Pesquisar

Comentários recentes

  • Anónimo

    Eremita: pensava eu que o link era para as cenas d...

  • Anónimo

    chapada neles

  • Anónimo

    José Sócrates Gonçalves Carvalho Pinto de Sousa, v...

  • Anónimo

    Sempre , sempre mas mais ao são Gonçalves .Nelson

  • Anónimo

    Nelsinho: já rezaste hoje ao São José, ou ainda nã...

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D