Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

15
Ago10

Uma outra via


Eremita

Quem nos acompanha sabe que somos muito sensíveis ao tópico e não poderíamos deixar passar em branco mais um blog do mainstream não obviamente ligado ao associativismo LGBT a ousar mostrar um nu frontal masculino que não é de mármore, nem de bronze. Também assim se vai fazendo a revolução nos costumes.

 

Adenda: Alberto Gonçalves, autor do melhor título de blog de sempre, continua a insistir no gag em que o discurso não alinha com a personagem. Trata-se de um velho truque no humor, capaz de produzir pérolas como o boxeur que, na flash interview, se expressa com a eloquência e o obscurantismo que caracterizavam os estruturalistas. No caso em apreço, Gonçalves tenta a estereotipada manobra de devolver a acusação ao acusador, para concluir que dar espaço noticioso ao casamento de homossexuais também é discriminatório - suponho que para as hipotéticas hordas de noivos heterossexuais que são excluídos da imprensa.

 

O sociólogo Gonçalves começa por ignorar que as mudanças sociais não funcionam como um simples desviar das agulhas de uma via férrea mas sim segundo um movimento pendular e que, uma vez liberto, por vezes o pêndulo se encontra para lá de onde, com alguma sorte, irá parar. Agora noticia-se o casamento do escritor Eduardo Pitta e do seu companheiro, amanhã será notícia o casamento do professor Quintanilha e do escritor Richard Zimler e, aos poucos, a frequência com que estes casamentos aparecerão na imprensa igualará a frequência de casamentos homossexuais entre as pessoas minimamente mediáticas e estas notícias terão feito a sua migração da página da sociedade para a de mundanidades. Haverá ainda lugar para relatar casamentos homossexuais em contextos particularmente adversos, como o primeiro casamento gay entre trabalhadores da lota de Matosinhos ou o primeiro casamento gay em Castro Verde, mas serão episódios esporádicos. E é bastante provável que o esvaziamento noticioso destes eventos aconteça antes da notícia sobre o primeiro divórcio entre homossexuais, mesmo que o associativismo LGBT não o entenda como prejudicial à sua causa e não procure abafá-lo.

 

Nos dois casos mediáticos, os casais estão juntos há três décadas. É praticamente uma vida adulta, o que reforça o simbolismo destes casamentos e os coloca numa categoria à parte, em que a condição homossexual foi necessária mas não suficiente. Gonçalves é ainda livre de idealizar uma reacção aos movimentos sociais esvaziada de momento histórico, mas tal não faz sentido para os percursos individuais e mal andará a imprensa no dia em que as pessoas deixarem de ser notícia.

Pesquisar

Comentários recentes

  • Anónimo

    Eremita: pensava eu que o link era para as cenas d...

  • Anónimo

    chapada neles

  • Anónimo

    José Sócrates Gonçalves Carvalho Pinto de Sousa, v...

  • Anónimo

    Sempre , sempre mas mais ao são Gonçalves .Nelson

  • Anónimo

    Nelsinho: já rezaste hoje ao São José, ou ainda nã...

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D