Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

22
Mai10

Não estou a dizer mal da imprensa desportiva


Eremita

O maradona está cada vez mais verborreico e cada vez melhor. Esta é a marca de um grande escritor, isto é, conseguir que a prosa não se ressinta de um defeito óbvio e que continua em plena expansão. Do que o maradona precisa - além de abdicar da postura de autodidacta da margem sul - é de um editor. Se José Gil fosse bem aconselhado nas suas leituras, diria certamente que o maradona tem medo de existir, o que me parece algo redutor e até burguês. Por isso, atenção: o maradona não necessita de um publisher, só mesmo de um editor. A falta do publisher do maradona só se faz sentir na imprensa desportiva, mas a imprensa desportiva gosta de apostar em quem não desgosta de aparecer. Não vale a pena é transformar o maradona num injustiçado. Já vai sendo altura de o país perceber que se o maradona não escreve na imprensa desportiva é por não estar interessado. Where there's a will, there's a way, sobretudo sobrando tanto talento. Não havendo vontade, nada acontece. E ainda bem, pois os homens apenas devem ser escravos da sua vontade. Isto não nos impede de pensar, mais ou menos secretamente, que o maradona, no fundo, é um grande palerma, só que estamos diante de um palerma livre e isso deve ser respeitado, até com alguma religiosidade.

 

 

Espero não ter de voltar a intervir a propósito deste assunto. Intervir na sociedade corrompe os ideais e temática do Ouriquense, que são a contemplação a partir do campo, o desprezo inconsequente pela vida citadina, o amor, o sexo, as mulheres morenas, a literatura, o corpo, as diversas manifestações do nome "Vasco Graça Moura" nas capas dos livros publicados em Portugal, a ansiedade da descendência, a vida falhada, a monitorização da qualidade dos gaspachos comerciais, o sonho de ter uma horta que me baste e a música, sobretudo quando assistida por um intrumento que perde nas capacidades harmónicas para o piano, que perde no timbre para o oboé, que perde na plasticidade para a voz e que perde no ritmo para a marimba, mas que globalmente é o melhor instrumento de todos os tempos. Como o Daley Thompson - para o maradona perceber.

4 comentários

Comentar post

Pesquisar

Pub e serviços

Screen Shot 2019-04-07 at 17.13.03.png

”Screen

Comentários recentes

  • Lowlander

    Pontos previos:1 - O Henrique Pereira dos Santos e...

  • João Leal

    Muito interessante. Obrigado.

  • caramelo

    Tem o seu fascínio, sim, num sentido perverso. Tem...

  • caramelo

    Que é evidente para ti, resulta da tua interpretaç...

  • Anónimo

    Confesso que me sinto fascinado por aquela prosa p...

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D