Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

21
Fev12

Os homens que dormem vestidos no sofá


Eremita

A paródia e os seus inimigos

 Rooney Mara

 

Defendo, há alguns anos, que um dos melhores humoristas de Portugal é o escritor e jornalista Nuno Costa Santos. A dificuldade em fazer vingar esta tese só me reforçou a convicção, embora me tivesse abalado o desacordo de uma pessoa de capacidades hipertrofiadas pelo exercício continuado da profissão ideal para discutir estas matérias, que é a de crítico cultural.  

 

Continua. Vou precisar de uns dias,"feels like I'm gettin' into something good".

 

 

20
Fev12

Grandes promoções


Eremita

O meu tarifário de escritor fantasma foi publicado a 2 de Março de 2010, mas até ao momento não recebi (eremitadaplanicie@sapo.pt) nenhuma encomenda. Creio que isto define bem a minha falta de jeito para os negócios. Enfim, ganhar dinheiro é neste momento uma questão de sobrevivência, como se a Tatiana me tivesse sussurrado ao ouvido que aceitaria jantar comigo se lhe oferecesse uma jóia - e também há contas a pagar, claro. Resolvi então baixar os preços (20%) e diversificar um pouco mais a oferta, que agora me parece mais moderna, reservando-me ainda o direito de recusar trabalhos (por exemplo, o bilhete suicida e avaliações académicas), embora justifique sempre a minha resposta. Como antes, admito realizar algum trabalho pro bono, mas apenas naquelas situações caricaturais em que os bons e os maus estão bem definidos. O sigilo está contratualmente assegurado. O primeiro cliente será 100 % reembolsado se houver um segundo cliente com uma despesa de valor igual ou superior ao da encomenda inaugural.  

 

TARIFÁRIO PARA 2012

 

Carta de amor..........................................................0.04 € /letra* 

 

Carta de despedida (modelo "Dear John").................0.04 € /letra*  NOVIDADE
 

Poema de amor à maneira de e.e. cummings.................0.1 € /letra*  NOVIDADE


Sonetos em decassílabos..............................................0.1 € /letra  NOVIDADE

 

Sonetos em alexandrinos...............................................0.2 € /letra   NOVIDADE

 

Carta ao pai, pelo filho...............................................0.08 € /letra

 

Carta à mãe, pelo filho.............................................0.04 € /letra

 

Carta à mãe, pela filha...............................................0.08 € /letra

 

Carta ao pai, pela filha..............................................0.04 € /letra

 

Comunicado de treinador à massa associativa.............. 4 € /letra

 

Carta anónima a colega de trabalho que fede (1)............. 0.8 € /letra

 

(1) em letra de imprensa recortada............................. 1.1 € /letra

 

Correio de leitores na imprensa [qualquer tema]...........0.16 € /letra

 

Frase de fim de namoro para sms ou espelho embaciado..0.26 € /letra

 

Declaração de voto vencido [qualquer tema]................0.26 € /letra

 

Post insultuoso à maneira de Camilo Castelo Branco ...0.32 € /letra**

 

Post insultuoso à maneira de Vasco Graça Moura........0.16 € /letra**

 

Post insultuoso à maneira de Vasco Pulido Valente .....0.08 € /letra**

 

Post insultuoso à maneira de Camilo......................0.1 € /letra**  NOVIDADE

 

Post insultuoso à maneira de Luiz Pacheco.................0.2 €/letra** NOVIDADE

 

Post insultuoso à maneira de Alberto Pimenta...............0.1 € /letra** NOVIDADE

 

Post insultuoso à  Christopher Hitchens (modelo "Hitchslap")...0.1 € /letra** NOVIDADE


Prosa feminista à maneira de Inês Pedrosa................0.08 € /letra**

 

Teoria da conspiração à Pacheco Pereira..................0.08 € /letra**

 

Lista de compras optimizada para a circulação em qualquer Pingo Doce...0.01 € /letra NOVIDADE
 

PROMOÇÃO REDES SOCIAIS NOVIDADE - VÁLIDA ATÉ 25 DE ABRIL DE 2012

 

Tweet com 24 horas de antecedência..........................1 €

 

Tweet em tempo real (horário diurno - 8-19 horas)........2 €

 

Tweet em tempo real (horário nocturno - 19-02 horas)....3 €

 

Entrada no Facebook até 200 caracteres.....................2 

 

Entrada no Facebook até 400 caracteres.....................3 

 

*Não inclui espaços, as reticências contam como um ponto final e pontos de exclamação ou de interrogação concatenados são de borla, embora fortemente desaconselhados).

** Válido apenas para causas justas. Há desconto se o visado for uma figura antipática para o Ouriquense

 

 

 

18
Fev12

O passionalmente correcto


Eremita

Estive hoje a dar uns rudimentos de namoro ao Jaime, que continua cativo e inoperante. Mas não é fácil conversar com um idiot savant, fico sempre com a sensação de que ele não aprendeu nada. E sobra ainda a frustração de, para não complicar, transmitir uma cartilha que não perfilho. Por exemplo, a ideia de que o comportamento exemplar passa por forjar uma virgindade passional é, para mim, imoral, antes até de ser absurda. Em retrospectiva, reconheço nesta técnica a eficiência dos sistemas simplificados. Para quê dizer algo que nos aprisionará numa teia? Para quê, sabendo que negar a conclusão do outro só lhe reforça a convicção e nos enreda ainda mais?

 

 

 

16
Fev12

Ascensão e Queda do Ponto-e-vírgula


Eremita

Produza-se primeiro a evidência, ao jeito daqueles inquéritos que só confirmam o que já se sabe. O ponto-e-vírgula está a morrer há muitos anos, ao ponto de transformar o batido eufemismo que se usa para o cancro (a "morte prolongada") numa definição que pecaria por defeito. O gráfico seguinte mostra a evolução ao longo de mais de 500 anos do uso relativo do ponto-e-vírgula em livros escritos em inglês. Percebemos que o ponto-e-vírgula ganhou e depois perdeu popularidade. Tentaremos explicar este fenómeno sem atribuir culpas à Revolução Industrial (em todo o caso, não temos uma ideologia).

 

Evolução do uso relativo do ponto-e-vírgula em livros escritos em inglês

 

 

O magnífico Ngram Viewer, da Google Books, permite-nos ainda tirar duas outras conclusões. A primeira: o que se verifica em inglês é válido para muitas outras línguas. A segunda: o "chinês simplificado" é uma notável excepção, porque regista um aumento de popularidade do ponto-e-vírgula, embora o seu uso seja ainda menos frequente do que no inglês. São factos órfãos de explicação.
Evolução do uso relativo do ponto-e-vírgula em livros escritos em "chinês simplificado"
Aqui não se esclarece a excepção do "chinês simplificado", mas atribui-se a morte do ponto-e-vírgula ao telégrafo; vale a pena ler e seria inútil repetir o que lá se escreve. Sobra a indução a partir da autobiograifa: gostamos do ponto-e-vírgula porque é um sinal de pontuação que conhecemos já adultos. Na escola todos aprendem as consequências dramáticas de uma vírgula mal colocada (num contrato, numa carta de amor, etc.), mas nada nos dizem sobre o ponto-e-vírgula. A aproximação faz-se mais tarde, por iniciativa própria, como autodidactas. E usamos este sinal pela primeira vez com a mesma insegurança e entusiasmo com que se arrisca no instrumento a primeira dissonância. Mas chega de indução. Para mim, o ponto-e-vírgula é o mais íntimo do sinais de pontuação, porque não pontua a língua, pontua o raciocínio. Reconheço-me nestas palavras que retirei da citação anterior e fica tudo dito: "'[t]he most common abuse of the semicolon, at least in journalism, is to imply a relationship between two statements without having to make clear what that relationship is.' All journalists can cop to this: The semicolon allows woozy clauses to lean on each other like drunks for support". Traduzindo: não podemos abdicar do ponto-e-vírgula, não somos assim tão espertos.

15
Fev12

Esclarecimento


Eremita

 Conchita Cintrón

 

O Ouriquense recebeu algumas reclamações. Essencialmente, dizem-nos que escrevemos de uma forma críptica, muito pouco reader friendly. Não podia estar mais de acordo e fico feliz. Porque o Ouriquense não é o Diário da República, nem um blog empiricamente desenhado para seduzir mulheres (been there, done that), nem um projecto comercial, nem um fazer-se à fotografia para editor reparar, porque em livro seríamos  ainda mais intragáveis. Aqui alimentamos uma outra ideia: a trasladação da existência como forma de libertar a escrita partilhada da marcação cerrada da consciência. Trasladamos vivências, emoções, biografias, enfim, tudo, numa exuberância barroca de quem não acredita na justificação da "persona pública" em que se refugiam os autores dos blogs confessionais de grande circulação (querem enganar quem? Ou melhor, não querem mesmo enganar ninguém, pois não?) e porque a triangulação Lisboa-Ourique-San Silvestre de Guzmán nos deixa reclamar o título de genuíno blog ibérico, capricho nosso.

 

Há mais problemas. Por exemplo, para os retentivos-anais da anglofilia,  cometemos esse pecado de lesa-literatura  que  é o realismo mágico, pois anda por aqui um fantasma (Nuno Salvação Barreto) e um clone holográfico de Ricardo Chibanga, dotado de iniciativa própria e - como se não bastasse - promotor das virtudes da tauromaquia, o que nos transforma também num anacronismo reiterado, que a cada aparição do Chibanga nos afunda ainda mais num território inóspito, a meio caminho entre o Coliseu dos gladiadores e os avanços civilizacionais emergentes. Paciência. O Ouriquense é isto, take it or leave it. Most people leave it and I feel fine. Podem não acreditar, mas nos dias bons penso no Ouriquense como o meu legado e nos dias maus não me apetece  ainda carregar no "delete blog". Podem não acreditar, mas aqui dentro sinto-me sempre bem e ter criado esta geografia é o meu superpoder (revelá-lo, a minha kryptonite).

 

Um dia recebemos esta mensagem de um estrangeiro: "Acho [que] este blog muito interessante ... embora eu não entenda tudo o que está escrito, porque o meu Português é [de] um nível elementar". Ficando assim descrito o leitor que idealizamos, podemos agora retomar os trabalhos.

14
Fev12

Debaixo do Fogão


Eremita

Não sendo eu de fazer enlaces a torto e a direito, e mesmo correndo o risco de comprometer a condição de eremita, imagino que iria gostar de almoçar com uma pessoa que escolhe a poesia e a gastronomia. Eu teria invertido a ordem dos factores, mas esta é a diferença entre a realidade e a fantasia - ficamos sempre um pouco aquém. Caríssimo, se um dia passar por aqui, diga qualquer coisa e comemos caça.

14
Fev12

São Valentim


Eremita

Ourique em discurso directo


 Rita

 

"Ah, o amor. Faz más as pessoas boas e péssimas as pessoas más. Mas admito que seja bom para a arte"  Judeu

 

"Não tenho remorsos. Uma vez falhei a estocada final e foi uma agonia. Olhos nos olhos, apeteceu-me falar-lhe, só que não me lembrei de nada. Havia gente à nossa volta e começaram a reclamar comigo, mas não podia ficar ainda mais triste. Enfim, o touro lá morreu" Ricardo Chibanga

 

"Eu lembro-me dela todos os dias, não preciso de uma data especial" Surfista de Ourique, aka Jaime, aka "rapaz de recados"

 

"Já só me apaixono por actrizes mortas, não tenho tempo a perder"  Gaspar, aka "o rapaz do cineclube"

 

"Entre o amor e o controlo dos meios de produção, o alentejano não pode hesitar" Fausto

 

"Comer mulas em Hollywood foi a minha estrada de Damasco " Confissão de Nuno Salvação Barreto, o censor.

 

"Não é verdade que seja dos circuncidados que elas gostam mais, mas já não culpo o meu pai" Adriano, filho do Judeu

 

"Compadre, não são os peitos, são os olhinhos" Honório (em fantasma), comentando um calendário na antiga taberna do Mira.

 

"Tem 20 cêntimos?" Tatiana, no Pingo Doce.

 

 

 

 

Pesquisar

Comentários recentes

  • Anónimo

    Eremita: pensava eu que o link era para as cenas d...

  • Anónimo

    chapada neles

  • Anónimo

    José Sócrates Gonçalves Carvalho Pinto de Sousa, v...

  • Anónimo

    Sempre , sempre mas mais ao são Gonçalves .Nelson

  • Anónimo

    Nelsinho: já rezaste hoje ao São José, ou ainda nã...

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D