Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

02
Jan11

A realidade ultrapassa a ficção


Eremita

Segundo um mito urbano, na noite da passagem do ano as pessoas desatam a beijar estranhos na boca. Isso nunca me aconteceu. Curiosamente, o que sucedeu foi o contrário: percebi que as pessoas que beijei na boca me eram, afinal, completamente estranhas. Esta situação é bem mais bizarra do que a anterior e creio que podemos ver aqui uma ilustração de uma frase muitas vezes dita, mas poucas vezes provada. Enfim, foi há muito tempo. Desde que passo o fim de ano em Ourique, juntamo-nos no cineclube, vemos o fogo de artifício projectado na parede de cal e depois dançamos todos, mas como há mais homens que mulheres e somos convencionais, passamos sobretudo aquela música que não se dança aos pares.

02
Jan11

Fausto


Eremita

 

 

A grande resolução para 2010 é cumprir as dos anos anteriores. Mas junto uma outra: criar no Ouriquense um braço politicamente armado. Este desejo provavelmente implicará o nascimento de uma nova personagem, pois não quero comprometer nenhuma das outras com o país. A nova personagem será alguém da cidade que também se instala no campo, mas com espírito empreendedor, ao contrário deste vosso narrador, cujo empreendedorismo (falhado) fica pelas letras. Creio que a vou compor com alguns traços do Pessoa menos conhecido (ver o livrinho de Mega Ferreira sobre os projectos empresariais do poeta) e outros traços de Bouvard e de Pécuchet, as personagens do romance póstumo e incompleto de Flaubert, que também migram para o campo à custa de uma herança. A série que esta personagem escreverá será "Como se levanta um montado" e tentarei que este homem seja um pouco menos estúpido que os dois franceses, mas apenas por chauvinismo - ou então porque Flaubert era infinitamente mais inteligente do que eu e só o génio é capaz de criar o seu contrário.

02
Jan11

Bellucci e a Ictiologia


Eremita

De algum modo, a mais recente série de posts de José Rentes de Carvalho libertou-me. Gosto muito da combinação seguinte. Reparem da constância da pose e na mudança cromática, que remetem obviamente para o peixinho do texto A Teoria das cores, de Herberto Helder. No Ouriquense só a literatura conta.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

01
Jan11

Oxford forever


Eremita

Comecei o ano com a constatação de que Pulido Valente não sabe usar o nosso mais traiçoeiro advérbio: "Eventualmente, José Ribeiro  partiu em perseguição do sócio infiel" (em Retratos e Auto-Retratos). Num conjunto de textos em que despreza a prosa de Abelaira e Baptista Bastos, fica mal. E a revelação de que terá traduzido partes do Nine Stories, de Sallinger [sic], ganha contornos  assustadores. A irritação cresce depois ainda mais, porque Pulido Valente sabe mesmo escrever, só precisa de um bom revisor. É ainda do mesmo livro esta passagem sobre um esforço de juventude que terá ficado inédito:

 

Nada me impedia de continuar A outra face da lua, que entrara na fase decisiva da descrição de uma porta.

Pág. 5/5

Pesquisar

Comentários recentes

  • Anónimo

    Envelhecer é uma merda! Estava com saudades tuas, ...

  • Jorge Muchagato

    Saúdo vivamente o regresso dos textos de O Ourique...

  • Anónimo

    Nem eu...

  • Plúvio

    Ignoro com que sensação o Eremita publicou estas 1...

  • AG

    Significado de Imbecil ... adjetivo Desprovido de ...

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D