Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

14
Jan10

5


Eremita

Screen Shot 2019-05-04 at 19.19.12.png

(pub) A brief history of romance comics

Como Tatiana anda reclusa, tenho convivido com uma das libertinas mais do que deveria. Ontem fomos até à barragem do Monte da Rocha no todo-o-terreno dela (um modelo caro, suspeito, mas percebo pouco de automóveis). A conversa decorreu dentro do carro, enquanto chovia, e eu estava meio hipnotizado pela dança das escovas do limpa-pára-brisas. Comecei por dizer:

 

- Os ditados populares são desoladoramente anacrónicos.

-  Como assim?

- "Água mole em pedra dura...", já presenciou?

- Em tempo real? Sou muito impaciente para isso, só admito esperar o que for preciso por si.

- Não se trata de ter ou não paciência. É uma questão de percepção. Já olhou para as superfícies que recebem a água das goteiras?

- Nunca me deu para aí.

- Justamente. O ditado é anacrónico. Remete para o tempo das cavernas. Percebemo-lo, mas não o experimentamos.

- Anacrónico é o seu discurso. Mais adequado a uma criança sem vivência sexual. Eu aqui, ninguém lá fora... Ponho Otis Reding?

- Nem com um Madrigal de Monteverdi. E as crianças têm "vivência sexual".

- Está a provocar-me ainda mais, sabia? Vou soltar o cinto.

- Está a ver esta cagadela de pombo?

- Eu só tenho olhos para si, como sabe.

- A cagadela de pombo esteve sempre à nossa frente. Ourique a correr diante dos nossos olhos como num travelling, depois o montado, agora a barragem e sempre a cagadela de pombo no vidro, a lembrar a cabeça do espectador alto que na sala de cinema se senta à nossa frente.

- E que apetece decapitar.

- Como apetece limpar. Mas mesmo depois de ter ligado o limpa-pára-brisas a cagadela resiste. Está a ver?

- Parece-me mais pequena agora.

- Sim, a cada passagem perde um pouco de si.

- Estamos a perder o nosso tempo a falar de caca de pombo?

- É fascinante. Repare bem no efeito de cada passagem das escovas...

Pesquisar

Pub e serviços

Screen Shot 2019-04-07 at 17.13.03.png

”Screen

Comentários recentes

  • caramelo

    Blablá sarabanda alucinante bláblá geração perdida...

  • caramelo

    Eremita, o presidente da CCDR é um gestor público....

  • Maria

    O costume. Tentam a ver se passa. É incrivel o d...

  • Margarida

    Um caso estranho...

  • Eremita

    O Zink está no Twitter? Sinto-me fora do mundo.

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D