Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

OURIQ

Um diário trasladado

OURIQ

Um diário trasladado

25
Nov09

Money, money, money


Eremita

As poucas aplicações que tenho estão com saldo negativo. Penso enveredar pela agricultura de subsistência para prolongar a autonomia financeira, mas se entretanto não arranjo trabalho daqui a um ano serei um sem abrigo com domicílio fixo. O projecto de escrever artigos para revistas de viagens não chegou a arrancar e parece que não aprendi a lição. É que começa a germinar uma outra ideia: tornar-me ghost writer. Os franceses chamam-lhe nègre e - salvo erro - nós não temos um nome para esta profissão. Das duas, uma: ou esta tradição não existe em Portugal ou é praticada com enorme competência, tendo a  necessária discrição dispensado a invenção de um nome para o métier.  No primeiro caso, existe um nicho de mercado virgem, que devemos explorar; no segundo, pertencer a esta sociedade secreta seria mais honroso do que entrar para a Maçonaria ou o Opus Dei.

 

Acordei hoje a pensar num tarifário que fosse sensato. Imaginei depois que trabalhos faria (a carta de amor, o postal ilustrado de viagem, a confissão entre familiares ou amigos, a carta de demissão, discursos de padrinho e para bodas) e os que recusaria (o bilhete suicida, o TPC da escola ou universidade, o manuscrito de um romance, relatórios e outra produção laboral). Quanto mais pensava sobre o assunto, mais a minha opinião mudava. Se antes via este trabalho como moralmente condenável, escrever anonimamente com empenho começou a parecer-me uma das mais nobres  formas de escrita e um desafio derradeiro. Afinal, trata-se de produzir um texto que fica protegido da vaidade do seu autor.  

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Pesquisar

Comentários recentes

  • Anónimo

    A passagem que cita, assim desamparada, serve melh...

  • Anónimo

    Epá, está rolando aqui um clima? ❤️

  • caramelo

    És um cavalheiro. O honourable John Bercow já tinh...

  • Anónimo

    Ouviste o que diz o Eremita, Caramelo? Tem cuidado...

  • Anónimo

    Cuidado com as metáforas! Para o PAN essa metáfora...

Links

WEEKLY DIGESTS

BLOGS

REVISTAS LITERÁRIAS [port]

REVISTAS LITERÁRIAS [estrangeiras]

GUITARRA

CULTURA

SERVIÇOS OURIQ

SÉRIES 2019-

IMPRENSA ALENTEJANA

JUDIARIA

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D