Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ouriquense

01
Fev17

Queremos um debate alargado sobre a eutanásia?

Eremita

Nas questões "de consciência", há sempre dois tipos de apelo ao debate alargado. O mais comum é o apelo calculista e hipócrita, em que a ideia é perpetuar o debate até deixar de haver pressão para que se mude o status quo. O menos comum é o apelo genuíno, por se pensar que todos devem participar nesta discussão. Nem sempre quem faz o apelo genuíno é ingénuo ao ponto de esperar que a qualidade da discussão suba com o aumento do número de participantes, mas terá sempre presente o ideal do cidadão informado como unidade essencial da democracia. Ora, se para levar o cidadão a formular uma opinião sobre um tema como a eutanásia é preciso saturar os media com o assunto, sem que possamos depois distinguir entre o que é conhecimento amadurecido e o que se instalou no cérebro por difusão passiva, para que serve o debate alargado? Vale a pena pôr a eutanásia nas mãos dos nossos polemistas profissionais e deixá-la depois à mercê de um gangbang nas caixas de comentários? Até entre médicos, uma jurista e outra gente diferenciada, no Prós e Contras, a sensação que fica é de grande desconforto, como se não fôssemos capazes de estar à altura do tema, nem da dialéctica; como se Yeats tivesse razão: "the best lack all conviction, while the worst are full of passionate intensity". 

 

Há livros sobre o assunto. Há bons debates sobre o assunto. Vale a pena ser elitista e reabilitar o argumento de autoridade - inclusive moral - como critério de selecção do que se lê, ouve e vê. Não vale a pena perder tempo com a opinião de um blogger anónimo, por exemplo. De resto, a única opinião que este blogger anónimo formulou esta semana foi a seguinte: a ideia de que os meus últimos dias e a minha morte podem ser influenciados pela opinião do povo (o referendo) ou de deputados deixou-me com ânsia de fazer fortuna nos próximos anos, a tempo de um dia, se for necessário, eu e os meus podermos fugir de toda esta gente.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Blogs

Cultura

Ajude Fausto:

  • Uma votação em curso

Ouriquense, S.A, Redacções por encomenda

Séries

Personagens ouriquenses

CineClube- programação

  •  

Filmes a piratear

  •  

Filmes pirateados

Alfaias Agrícolas

Apicultura

Enchidos e Presuntos

Pingo Doce

Imprensa Alentejana

Portal ucraniano

Guitarra

Judiaria

Tauromaquia

Técnicas de homicídio

John Coplans

Artes e Letras

Editoras Nacionais

  •  

Literatura Russa

Leituras concluídas

Leituras em Curso

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D