Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ouriquense

27
Mai16

Gonçalo M. Tavares

Eremita

Nunca o li com o tempo e atenção que merece. Mas já o folheei várias vezes, sobretudo os livros que registam pequenas reflexões (sobre música e ciência, nomeadamente). Fascina-me que não haja leitores cépticos e que GMT seja a nossa discreta unanimidade nacional. Mais do que ter criado um estilo novo, fica a sensação de que o escritor inventou um nicho, único entre nós, em que funde ficção, poesia e filosofia. É algo que não se consegue sem mérito e só um idiota não repararia no gozo contagiante que GMT tem no acto de pensar, mas certas passagens mostram uma facilidade de escrita que não contribui para a qualidade da reflexão. Fica a dúvida: haverá críticos em Portugal capazes de analisar a obra de GMT, o mais filosófico e destacado escritor português do XXI? Não faltará ao crítico luso típico que escreve na imprensa competência em Filosofia para escrutinar GMT e ao filósofo profissional a vocação (e tradição) para criticar um escritor que se move na esfera comercial, fora da academia? Por outras palavras, quando será que António Guerreiro, o mais competente dos críticos literários com formação em Filosofia, porá de lado três semanas para merguhar na obra de GMT e nos oferecer a crítica definitiva? Parece-me que seria um emparelhamento mais frutuoso do que o de Guerreiro com Rentes de Carvalho

 

Adenda: com uma ajuda do Google, descobri que António Guerreiro apresentou já um livro de GMT. Naturalmente, tratou-se de o Atlas do Corpo e da Imaginação. Isto significa que Guerreiro apenas precisaria de duas e não três semanas para escrever uma crítica de 4 páginas (broadsheet, num número especial do Público) sobre a obra de GMT.  

2 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Blogs

Cultura

Ajude Fausto:

  • Uma votação em curso

Ouriquense, S.A, Redacções por encomenda

Séries

Personagens ouriquenses

CineClube- programação

  •  

Filmes a piratear

  •  

Filmes pirateados

Alfaias Agrícolas

Apicultura

Enchidos e Presuntos

Pingo Doce

Imprensa Alentejana

Portal ucraniano

Guitarra

Judiaria

Tauromaquia

Técnicas de homicídio

John Coplans

Artes e Letras

Editoras Nacionais

  •  

Literatura Russa

Leituras concluídas

Leituras em Curso

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D