Sexta-feira, 14 de Outubro de 2016
Sexta-feira, 14 de Outubro, 2016

Haverá um professor universitário que terá recebido muito dinheiro para - alegadamente - ser o escritor-fantasma da tese de mestrado de José Sócrates. Se houvesse jornalismo neste país, alguém já teria comparado o estilo de escrita dos textos assinados pelo professor universitário com a prosa de A Confiança no Mundo, usando para o efeito sofware sofisticado. É coisa para demorar uma tarde, mas não há jornalismo "de investigação" e nesta história parece interessar mais a proveniência do dinheiro do que o seu destino. Contra esta maré, friso que aqui no Ouriquense propomos serviços de escritor-fantasma a preços bem mais modestos do que os alegados honorários do professor universitário, apesar de este escriba também ser doutorado e ter sido professor universitário. Porém, friso que nos recusamos a redigir os trabalhos académicos de outros, porque dá um amargo de boca muito desagradável, e que preferimos a prosa epistolar, a autobiografia e o romance psicológico. No post de apresentação deste serviço, lê-se ainda: 

O cliente fica com o anonimato assegurado e pode avaliar da qualidade do produto antes de se comprometer; eu fico com a possibilidade de testar o interesse real do cliente antes de investir a fundo na encomenda e posso retaliar se a cobrança da quantia total acordada falhar; o Estado cobra os impostos devidos. Reservo-me o direito de recusar trabalhos (por exemplo, um bilhete suicida), mas justifico sempre a minha resposta. Admito realizar algum trabalho pro bono, mas só depois de equilibrar as contas e apenas naquelas situações caricaturais em que os bons e os maus estão absolutamente definidos - ao menor sinal da complexidade da condição humana dispara a bandeirada. 

Como funciona o serviço? O cliente escreve-me (eremitadaplanicie@sapo.pt) a expor o seu pedido e fornecendo-me todos os elementos que julgar pertinentes. Podemos discutir a elaboração de textos escritos em estilos que não aparecem descritos no tarifário. O cliente só paga no fim. Se não ficar satisfeito, tem direito a uma segunda versão, sem acréscimo de preço. 

 

Tarifário (actualização permanente)

Carta de amor.............................................................................................................................................................................................................0.05 € /palavra* 

Carta ao pai, pelo filho...................................................0.1 € /palavra

Carta à mãe, pelo filho.................................................0.05 € /palavra

Carta à mãe, pela filha...................................................0.1 € /palavra

Carta ao pai, pela filha.................................................0.05 € /palavra

Comunicado de treinador à massa associativa............ 5 € /palavra

Carta anónima a colega de trabalho que fede (1)......... 1 € /palavra

(1) em letra de imprensa recortada............................. 1.4 € /palavra

Correio de leitores na imprensa [qualquer tema].......0.2 € /palavra

Frase de fim de namoro em sms ou espelho embaciado..3 € /letra

Declaração de voto vencido [qualquer tema].............0.3 € /palavra

Post insultuoso à maneira de Camilo Castelo Branco..0.1 € /letra**

Post insultuoso à maneira de Vasco Graça Moura.......0.1 € /letra**

Post insultuoso à maneira de Vasco Pulido Valente ...0.2 € /letra**

Prosa feminista à maneira de Inês Pedrosa.............0.1 € /palavra**

Tweet no prazo de 1 hora...................................................5 

Tweet no prazo de 10 minutos........................................ 20 

Serão de tweets (3 horas) com acesso à conta.......... 150 

Teoria da conspiração à Pacheco Pereira................0.1 € /palavra**

Autobiografia..............................................................0.05 € /palavra

Romance.....................................................................0.05 € /palavra

 

*Não inclui espaços, as reticências contam como um ponto final e pontos de exclamação ou de interrogação concatenados são de borla, embora fortemente desaconselhados).

** Válido apenas para causas justas. Há desconto se o visado for uma figura antipática para o Ouriquense

 

 

 



Eremita às 09:29
# | comentar

2 comentários:
De musiquinhas a 17 de Outubro de 2016 às 17:15
Muitos parabéns pelo teu destaque,oh pah,isso de pagar pelas cartas é uma grande injustiça!!


De cheia a 17 de Outubro de 2016 às 21:06
E se a obra for um best seller ou ganhar o prémio Nobel, não quer uma percentagem? É que as obras do engenheiro, vendem muito.


Comentar post

.pesquisar neste blog
 
.Março 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
14
15
17

22

26
28
29
30
31


.posts recentes

. Provavelmente uma mulher

. A imaginação catastrofist...

. Homens que lêem Agustina

. O podcast da semana

. Marcação homem a homem

.arquivos
.tags

. todas as tags

.links
.subscrever feeds