Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ouriquense

25
Fev10

...

Eremita

When the italian General Bergonzoli (I think it was Bergonzoli) was captured in Lybia, he would not discuss military matters or the strategy that led to his defeat, but said: "Please!  am not a soldier. I am primarily a poet!" Who does not recognize the advantage of the artist, these days? S. Bellow, Dangling Man

24
Fev10

Coisas simples

Eremita

As minhas referências musicais na música popular cantada são: Silvio Rodriguez, João Gilberto, Fausto Bordalo Dias, Paul Simon, Tom Waits, Michel Berger, Beck, Everything But the Girl, Lluís Llach, Nick Drake, um extenso etc. e os Pólo Norte. Sim, sou misógino. Porém, importa sobretudo referir o seguinte: os primeiros músicos inspiraram-me, mas os Pólo Norte fizeram-me perceber qual teria sido o meu futuro na música e, só por isso, foram mais importantes do que qualquer dos músicos que admiro.

 

Admitir que nos falta de talento é um gesto condicionado pela história pessoal e traços de personalidade, o que, de algum modo, nos desresponsabiliza e legitima os caprichos artísticos. Daí a utilidade das comparações. Perceber que as minhas composições estavam ao nível das composições dos Pólo Norte foi um gesto meramente técnico, livre de estados de alma; não foi preciso fazer nada, estava no carro, liguei o rádio e percebi. Estabelecido o paralelo, formular um juízo consequente implica apenas alguma honestidade intelectual e noções elementares de lógica. Cada vez mais me convenço de que qualquer problema aparentemente complexo e irresolúvel é passível de decomposição.

24
Fev10

Sinais de parolice

Eremita

 

 

Anda toda a gente a lembrar Jorge de Sena e isso, em si, parece-me positivo, mas executem essa evocação com algum bom senso: a correspondência de Sena, em registo Calimero hiper-letrado, com Sophia de Mello Breyner  é uma grande seca. 

24
Fev10

Ouriquense no Twitter

Eremita

 

 

 

Dada a minha condição de eremita, será o moço de recados que estará à frente do Ouriquense no Twitter. Embora haja uma intrínseca contenção de danos numa frase com 140 caracteres, desde já assumo a responsabilidade moral pelos eventuais erros ortográficos, embora negue a autoria. Pretendo seguir pessoas interessantes que não morem em Lisboa e gostaria de ser seguido por toda a gente, menos naturais e/ou habitantes de Castro Verde. Thank you!

23
Fev10

Viva o serviço público de televisão

Eremita

Meus Deuses, quem é a rapariga que apresenta o Câmara Clara aos dias úteis? Mas que figura absolutamente literata, que rosto tão judio, que forma tão desajeitada e ternurenta de armar e desmanchar o sorriso, sem a técnica das apresentadores que nunca deixam cair a máscara da simetria. Quem é? Aposto que não vive em Lisboa há muito tempo.

22
Fev10

Dois homens acima da média

Eremita

A SIC tem dois comunicadores fabulosos: Lourenço Medeiros (o dos gadgets) e Pedro Coelho (que anda a fazer os  directos da Madeira). Ambos mereciam ter uma equipa a trabalhar com eles e programas assinados. Não sei se se meteram com uma filha de Balsemão e estão a ser punidos por isso. Não pode ser só má gestão de recursos humanos. Talvez não queiram chatices. Não sei. Deve haver uma explicação. 

22
Fev10

Efeito de paralaxe

Eremita

 

Ontem, na Antena 2, um apresentador melómano dizia que nos lembrávamos de Yuri Gagarin por o astronauta ter ficado imortalizado numa composição da autoria de um músico cujo nome agora não me ocorre. Construímos grandes retransmissores para difundir a maluquice. 

21
Fev10

Saudações aos madeirenses

Eremita

 

O temporal madeirense levou-me hoje até à ribeira do Cotovio. Fiz ontem  uns telefonemas, consegui falar com o Funchal - está tudo bem com os nossos - e da Ponta do Sol ainda não se sabe nada. Para mim, a Madeira só acontecia nas férias grandes. O mar da Ponta do Sol estava sempre manso e a água doce nunca se revoltava. Eu percebia a força que aqueles declives encerravam e a sua prova nos leitos sobredimensionados para os caudais de Verão, mas ainda hoje só me lembro da velocidade de passeio lento com que as pétalas das hortênsias boiavam nas levadas e da tepidez da água dos tanques de rega cheios de limo e rãs. O que vejo na televisão é outra ilha.

Pág. 1/5

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Blogs

Cultura

Ajude Fausto:

  • Uma votação em curso

Ouriquense, S.A, Redacções por encomenda

Séries

Personagens ouriquenses

CineClube- programação

  •  

Filmes a piratear

  •  

Filmes pirateados

Alfaias Agrícolas

Apicultura

Enchidos e Presuntos

Pingo Doce

Imprensa Alentejana

Portal ucraniano

Guitarra

Judiaria

Tauromaquia

Técnicas de homicídio

John Coplans

Artes e Letras

Editoras Nacionais

  •  

Literatura Russa

Leituras concluídas

Leituras em Curso

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D